Páginas

NOTA INTRODUTÓRIA - A ortografia do presente léxico contrastivo, ou prontuário prático para a escrita da nossa língua, é a do Acordo da Ortografia Unificada, de 1990; escolheu-se em geral a norma culta europeia nos casos em que diverge da americana, e incorporou-se com finalidade diacrítica alguma grafia anterior ao Acordo. Junto com as formas simples, incluem-se flexões, topónimos (lato sensu) e outras palavras, a fim de ilustrar a variedade fonética das formas nortenhas e portugalegas, ou dialetais, preferentes mas não exclusivas no léxico, dentro da virtualidade estrutural da língua. Cumpre ter muito em conta que as explicações entre parênteses não são definições, mas breves referências ou sinónimos para identificar no mínimo espaço os vocábulos, procedentes de dicionários ou de autores muito diversos.

A segunda parte contém o resto do léxico geral que pode apresentar dúvidas ortográficas, sobretudo a N da Raia. Nessa lista indicam-se os plurais dos singulares em -ão quando terminados em -ães ou -ões, ou, se não têm plural, a terminação fonética (-am, -om) na pronúncia do português galego, que também se indica na primeira parte. A consulta pode fazer-se alfabeticamente ou mediante pesquisa digital, talvez este o método melhor para resolver rapidamente as dúvidas ortográficas no momento da consulta.

Este trabalho é fruto da pesquisa e da docência; tem um fim fundamentalmente pedagógico e prático geral, ilustrando e não prescrevendo, mas visando contra-arrestar a forte pressão castelhanizante a que está submetida a nossa língua a N da Raia.

A primeira versão deste prontuário foi publicada pelas Irmandades da Fala em 1984, Revista Temas do Ensino, Nos. 2/3, Braga. Última revisão: maio de 2015

LÉXICO CONTRASTIVO

Marcadores


LÉXICO GERAL

D

D da (de a), dá (de dar), dá-a (de dar), dai-a (de dar), Dá (top.) dabo (pai), Dabo (top. fr.), Davao (top. filipino), dabom (árvore) daca (tambor), Daca (top.) dacha (casa russa), dá-cha (dá-ta), datcha (dacha) dacondo (dial.: daquando), daquando (dial.: de quando em quando) dactilar (digital; rel. a tâmara), datilar (dactilar) dactiliologia (conhecimento de anéis gravados), datiliologia (dactiliologia), dactilologia (sinais com os dedos), datilologia (dactilologia) dactilioteca (coleção de joias antigas), datilioteca (dactilioteca), dactiloteca (coleção de dactilogramas), datiloteca (dactiloteca) dáctilo (pé de verso; tâmara), dátilo (dáctilo) dactilógrafo (máquina de escrever; mecanógrafo), datilógrafo (dactilógrafo) dada (dádiva; f. dado), dadá (dadaísmo) dadivais (pl. dadival), dadivais (de dadivar) dádivas (pl. dádiva), dadivas (de dadivar), Dadivas (top. e n.) dadiveiro (dadivoso), dadivoso (amigo de dar) dado (de dar; facto), dado (cubo para jogos de azar) dador (que dá), doador (que doa) dafne (planta), Dafne (ninfa), Dáfnis (inventor da poesia bucólica) Dago (ilha estónia), Dágon (deus mesopotâmico), Dagão (Dágon), Dagom (Dágon) daguerrótipo (pop.: daguerreótipo), daguerreótipo (reprodução de imagens), daguerreotipo (de daguerreotipar), daguerrotipo (pop.: daguerrótipo) dai (de dar), daí (de aí) daimiado (território de dáimio), daimiato (daimiado) dáimio (senhor feudal jap.), dai-mo (de dar) dala (calha), dá-la (de dar), adala (dala) dalas (pl. dala), dá-las (de dar), Dallas (top. EUA) dali (de ali), Dali (pintor; top. chinês) Dam (n.), dão (de dar), Dão (rio), Dan (n.), Daun (n.), dá-o (de dar) dama (senhora), Dama (top.), dá-ma (dá-me a) damas (pl. dama; jogo), dá-mas (dá-me as) damasceno (de Damasco), Damasceno (n.), damaceno (damasceno), Damaceno (n.), damasquino (damasceno) Damásio (n.), Dâmaso (top. e n.), Damácio (n.), Damáscio (n.) damianista (adepto de Damião de Alexandria), damianita (planta; damianista) Damião (n.), Damiano (n.; top. gr.), Damão (top.), damão (chibo) damo (pop.: namorado), dá-mo (dá-me o), Damo (n.) damos (de dar), dá-mos (dá-me os) dana (de danar), dão-na (de dar), Dana (n.), Dánae (pers. mit.) danação ((om) condenação eterna), danamento (danação; dano) danaida (dánao), danaide (roda hidráulica; pers. mit.) dana-o (de danar), dánao (gr.), Dánao (pers. mit.), dânio (danês), danio (daninho) Danao (top. Filipinas), Danão ((am) top. Vietname; (om) n.) danar (causar dano; tornar hidrófobo; nadar), danificar (prejudicar) dança (baile; de dançar), Dansa (n.) dançais (pl. dançal), dançais (de dançar) dance (de dançar), dão-se (de dar) dandão ((am) pesadelo), dão-dão (dandão) danês (dinamarquês), daneis (de danar), dinamarquês (da Dinamarca) dano (mal), Dano (n.), dão-no (de dar) danos (pl. dano), dá-nos (de dar), dão-nos (de dar) dante (dador; dantes), Dante (poeta), dão-te (de dar), enante (planta aquática) dantes (antes; pl. dante), denantes (dantes), enantes (pl. enante; denantes), dinantes (denantes), inantes (dinantes), endenantes (denantes) daquela (de aquela; então), aquela (f. aquele; de aquelar), quela (pinça) dardar (ferir com dardo), dardear (dardejar), dardejar (atirar dardo) dares (rixa; de dar), Dares (n.), dardes (de dar e dardar) Daria (n.), daria (de dar), daria-a (de dar) Dario (n.), daria-o (de dar), Dário (n.) darma (princípios da conduta no hinduísmo), dar-ma (de dar) darmos (de dar), dar-mos (dar-me os) daroeira (aroeira), Daroeira (top. e n.) daroês (dervixe), dervixe (religioso maometano), dervis (dervixe), darviz (dervis), daroez (daroês) Darse (top. e n.), dar-se (de dar) dartro (impetigo), darto (membrana dos testículos; dartro) darwinismo (teoria de Darwin), darvinismo (darwinismo, nalguns textos) das (de as), dás (de dar), dá-as (de dar), Dans (n.) data (dia; de datar), dá-ta (de dar) datais (pl. datal), datais (de datar) dataria (de datar), dataria (cargo de datário) dátil (tâmara), datil (dátil), datal (rel. a data) dátilas (pl. dátila), datis (pl. datil), dateis (de datar), dáteis (pl. dátil) dativo (caso de complemento indireto), dativo (dado por juiz) dato (de datar), dá-to (de dar), Dato (n.) davandito (antedito), devandito (davandito), avandito (ant.: davandito) Dável (n.), dável (doado, nalgum autor) Davi (David), David (n.), Davide (n.) de (prep.), dê (letra; de dar) deado (decanado), deão ((am) eclesiástico), Deão ((am) top. e n.), daião (ant.: deão), Daião ((am) top. e n.), decano (deão de faculdade), diácono (clérigo inferior ao presbítero), Diácono (n.), Decão ((am) região do Indostão) deães (pl. deão), diais (pl. dial) deaurar (dourar), dourar (cobrir com ouro) deba (de debar), deva (deus da teogonia bramânica; de dever), Deva (top.), diva (deusa) debaixo (em baixo; de debaixar), debaxo (de debaxar), adebaixo (debaixo) debam (de debar), devam (de dever), devão ((am) antes; parte inferior da vela; (om) cebo), divã (sofá), devuão ((om) devecido) debandada (desarranjo), desbandada (de desbandar; debandada, nalguns dics.) debandar (fugir; dobar, nalguns dics.), desbandar (tirar bandas; debandar), devandar (desentretinhar) debatediço (debatidiço), debatidiço (que se debate muito) debe (de debar), deve (de dever) debela (de debelar), devê-la (de dever) debelar (vencer), develar (desvelar; desfraldar velas), desvelar (causar vigília; tirar o véu), debeliar (agitar-se) debo (de debar), devo (de dever) Débora (n.), devora (de devorar) debouçar (arrotear), deboiçar (debouçar), desbouçar (espadar o linho) deboura (discussão; de debourar), debouria (de debouriar), debôuria (alvoroto) debourar (deboirar), deboirar (inverter os torrões do monte), devorar (engolir), debouriar (andar fazendo ruído) debrocar (deborcar), deborcar (emborcar) debruem (de debruar), debrum (orla) debulhadora (f. debulhador; debulhadeira), debulhadeira (máquina de debulhar) debulhar (descascar), desbulhar (debulhar), esbulhar (espoliar) decaimento (ato de decair), descaimento (ato de descair) decair (estar em decadência), descair (desfalecer) decalco (decalque; de decalcar), decalque (ato de decalcar) decâmero (de 10 partes), decâmetro (10 m), Decâmeron (obra de Bocácio), decímetro (0,1 m) decanado (decania), decanato (decanado), descanado (de descanar) Decápole (ant. território palestino), Decápole (ant. território alsaciano) deção (de Deça), Dessau (Dessávia), dezão (deção) decatar-se (dar-se conta), adecatar-se (decatar-se) deceinar (tirar a cinza), desainar (tirar a gordura) decena (f. deceno), dezena (10; f. dezeno), deceina (de deceinar) decência (decoro), discência (aprendizagem), deiscência (abertura espontânea de semente), descença (de descençar) decénio (década), decêndio (10 dias), deceno (alceno de 10 carbonos; dezeno, nalguns autores), dezeno (10°), deceino (de deceinar), decenal (que dura 10 anos), decenário (rel. a dezena) decente (que tem decência), descente (que desce), descendente (que descende), dessedente (de dessedentar), dissidente (discordante), discente (que aprende), dizente (sedizente), deiscente (ref. à deiscência), dissente (de dissentir) decepação ((om) decepamento), deceção ((om) desilusão), decepção ((om) deceção) decepar (cercear), dissipar (derramar), dercepar (extinguir-se), descepar (arrancar as cepas), dicipar (tirar cortiça dum cepo) decepcionado (dececionado), dececionado (desiludido) decepcionante (dececionante), dececionante (que dececiona) decepcionar (dececionar), dececionar (desiludir) decertar (contender), desertar (desamparar), dissertar (discursar), desacertar (fazer com desacerto) decerto (certamente; de decertar), deserto (ermo; de desertar), diserto (facundo), disserto (de dissertar), disser-to (de dizer), dizer-to (de dizer), desacerto (falta de acerto; de desacertar) decibel (unid. intensidade sonora), decibélio (decibel, nalguns dics.) decida (de decidir; f. decido), descida (descimento; f. descido), dissida (de dissidar) decide (de decidir), Deside (n.), disside (de dissidar), dizede (ant.: dizei) decide-a (de decidir), desídia (indolência), disside-a (de dissidar) decide-o (de decidir), decíduo (caduco), decido-o (de decidir), deicídio (morte de Cristo), dissídio (ato de dissidiar), disside-o (de dissidar) decidia (de decidir), dissidia (de dissidiar) decididamente (de modo decidido), decisivamente (de maneira decisiva) decido (de decidir e decer), descido (de descer), dissido (de dissidar), decíduo (caduco) decifrar (ler o que está em cifra), descifrar (decifrar, nalguns dics.) decifráveis (pl. decifrável), decifráveis (de decifrar) décima (estrofe), dízima (f. dízimo) decimais (pl. decimal; de decimar), dizimais (de dizimar) decimável (que se pode decimar), dizimável (que se pode dizimar) decimonónico (oitocentista, nalguns autores), décimo nono (19°), decenovenal (período de 19 anos), decenovenário (decenovenal) décimo oitavo (18°), dezaoitesco (setecentista, nalguns autores) decis (pl. decil), dizeis (de dizer), desceis (de descer), deceis (de decer) decisão ((om) resolução), discissão ((om) extirpação de catarata) decisor (que decide), decisório (decisivo), decessor (antecessor), decididor (decisor) decistéreo (decistere), decistere (10ª parte do estere) decomissar (esp.: confiscar, nalguns autores), encomissar (cair em comisso) decompor (corromper), descompor (desordenar), descompõer (dial.: descompor) decomposição ((om) putrefação), descomposição ((om) desarranjo) descompreensão ((om) ato de descompreender), descompressão ((om) ato de descomprimir) decontado (aginha), de contado (contado à vista), descontado (de descontar) decoro ((ô) decência), decoro ((ó) de decorar) decorras (imundícias; de decorrer), decorres (de decorrer), decurres (águas residuais) decorrência (ato de decorrer), discorrência (ato de discorrer) decorrer (passar), decurrir (escorrer), descorrer (correr, nalguns dics.), desacorrer (deixar de acorrer), discorrer (raciocinar), escorrer (fazer correr líquido) decotar (cortar), escotar (decotar árvore), descotoar (tirar cotão), descoutar (tirar privilégio de couto) decote (escote; decota; de decotar; de cote), de cote (quotidianamente), decota (decrua; de decotar), decoto (de decotar), decocto (cozimento) decrepidez (estado de decrépito), decrepitude (decrepidez) decrer (descrer), descrer (não crer) decresce (de decrescer), decrece (de decrecer), decrê-se (de decrer), decresse (de decrer), descresse (de descrer) decrescença (decrescimento), decrescência (decrescença) decrescendo (debilitação da melodia; de decrescer), decrecendo (de decrecer) decrescente (que decresce), decrecente (decrescente) decrescer (diminuir), decrecer (decrescer), excrescer (formar excrescência) decréscimo (decrescimento), decrescimento (diminuição), decrecimento (decrescimento), decremento (decréscimo) decretais (pl. decretal), decretais (de decretar) decreto (disposição; de decretar), degredo (pena; de degredar) decru (1ª sacha), decrue (de decruar), decrua (decruagem; de decruar), decruo (1ª cava; de decruar) decruar (fazer decrua), encruar (endurecer), decroar (sachar por 1ª vez) decuriado (decurionato), decuriato (decuriado) deda (dedo do pé; de dedar), dedão ((om) dedo grande do pé), dedo (dígito; de dedar) dedada (impressão de dedo; f. dedado), dedala (dedal de alfaiate), dedá-la (de dedar), deduada (golpe dado com dedo), deduda (f. dedudo) dedais (pl. dedal; de dedar), dedeis (de dedar), dedis (pl. dedil), dedins (pl. dedim), dedões (pl. dedão) dedal (protetor do dedo para coser), dedil (funda do dedo para segar), dedim (dedil) dédalo (labirinto; flóreo), deda-lo (de dedar) dedaleira (digital; caixa para o dedal), dedeira (funda para o dedo; dedaleira) dedecorado (deslustrado), descurado (não cuidado) dedes (de dedar), dedes (var.: deis) dediante (diante), didiante (dediante) dedicatória (palavras para dedicar; f. dedicatório), adicatória (dedicatória), dedicatária (f. dedicatário) dedicatório (que dedica), dedicatário (destinatário de dedicatória), abdicatário (aquele a favor de quem se abdica) dedignar-se (ter por indigno de si), desdenhar (não se dignar), dignar-se (condescender) dedução ((om) ato de deduzir), didução ((om) movimento lateral maxilar) deducente (dedutivo), deduzem-te (de deduzir) deem (de dar), dem (pop.: deem), Dem (top.) deem-te (de dar), dente (peça de mastigar; de dentar) defecação ((om) ação de defecar), defecção ((om) defeção), defeção (deserção) defectivo (defetivo), defetivo (incompleto), defectível (defetível), defetível (imperfeito), defeituoso (que tem defeito), defectuoso (defetuoso), defetuoso (defeituoso), deficiente (que tem deficiência) defeito (imperfeição), de feito (de facto), dafeito (tudo seguido) defender (proteger), defensar (defender) defendível (que se pode defender), defensável (defendível), defensível (defendível) defenestrar (atirar pela janela), fenestrar (abrir janela) defere (de deferir), difere (de diferir) deferência (respeito), diferença (dessemelhança; de diferençar), diferencia (de diferenciar) deferente (atencioso; que dá saída), diferente (distinto) deferimento (ato de deferir), diferimento (ato de diferir) deferindo (de deferir), diferindo (de diferir), diferendo (controvérsia) deferir (condescender), diferir (adiar; divergir), defir (definhar) defervescência (desaparecimento da febre), efervescência (ebulição) defesa (ato de defender; f. defeso), Defesa (top.), defessa (f. defesso), defensa (defesa; proteção; de defensar) defeso (proibido), defesso (cansado), defenso (defendido; de defensar) défice (o que falta), déficit (défice) defina (de definir), definha (de definhar) definido (de definir), defindo (de defir) defira (de deferir e defir), difira (de diferir) defletor (que deflete), deflator (que favorece a deflação) deflorar (desflorar), desflorar (desonrar), esflorar (desflorar), desflorestar (desmatar) defluência (ato ou efeito de defluir; difluência), difluência (qualidade de difluente) defluente (que deflui), difluente (que diflui) defluir (manar), difluir (derramar-se) deforme (deformado; de deformar), desforme (de desformar), disforme (monstruoso; de disformar) defraudador (que defrauda), fraudador (defraudador) defraudar (fraudar), fraudar (cometer fraude) defunto (finado; de defuntar), difunto (defunto, nalguns dics.) degajar (diminuir), degojar (devecer), degalhar (tirar as galhas), esgalhar (cortar os galhos) degarar (degorar), degorar (ansiar), degoirar (impacientar; degorar), degoar (degorar, nalguns dics.), degorentar (gorentar, nalgum texto) degaro (degoro; de degarar), degoro (ânsia; de degorar), degoiro (degoro), degório (demo), degore-o (de degorar) degastar (devastar), desgastar (destruir por fricção), desagastar (reconciliar), desengastar (tirar do engaste), desengatar (desprender do engate) degelar (derreter o gelo), desgelar (degelar), desgear (desgelar, nalgum dic.) degelo (ato de degelar), desgelo (degelo), desgeio (degelo, nalgum dic.) degeneração ((om) ato de degenerar), degenerescência (degeneração) deglutição ((om) ato de deglutir), deglução ((om) deglutição, nalguns autores), deglutinação ((om) queda de fonema) deglutir (engolir), deglutinar (fazer deglutinação, nalgum texto) degoladoiro (degoladouro), degoladouro (matadouro), degolhadoiro (parte central do remo) degolar (decapitar), degoar (degorar, nalguns dics.), desgolar (esfolar), desgoelar (esgoelar) degrada (ato de degradar), Degrada (top. e n.) degradar (diminuir), degredar (banir) degranar (tirar grão, grã ou grainha), degranhar (degranar), desgranar (separar grãos), degraiar (degranhar), degraer (degranhar) degresa (degressa; de degresar), degressa (greta; de degressar), degreça (de degreçar), digressa (de digressar), degreta (chaga; de degretar) degressão ((om) redução de pagamento direto, nalguns textos), digressão ((om) desvio de rumo), digresso (desvio; de digressar) degressar (degresar), degresar (degreçar), degreçar (degretar), digressar (digressionar), digressoar (digressionar), digressionar (fazer digressão) degromar (cortar gromos), degrumar (tirar gromos; apertar) deguilhar (cortar ramos inúteis), degulhar (inclinar-se a espiga com o grão) degustar (saborear), desgostar (aborrecer), degustiar (murchar) dei (chefe mouro; de dar), dim (var.: dizem; dial.: dei; em: quiá dim) deia (deusa; dial.: dê), dei-a (de dar) deica (de aqui a), dica (achega; deica) dêictico (deíctico), dêitico (deíctico), deíctico (deítico), deítico (demonstr.), díctico (deíctico), dítico (inseto), díptico (quadro em 2 partes), dístico (estrofe de 2 versos), deístico (rel. ao deísmo) Deira (top. e n.), -deira (sufixo f.), da Eira (top.) deísmo (admissão do Ser supremo), teísmo (admissão de Deus; abuso da teína; emprego de ‘te’ por ‘che’ como complemento indireto), cheísmo (emprego de ‘che’ por ‘te’ como complemento direto), cheiíssimo (muito cheio), xiismo (doutrina dos xiitas) deita (deitadura), dei-ta (de dar) deitadura (ato de deitar), ditadura (governo de ditador) deite (de deitar), dei-te (de dar) deixache (var.: deixaste), deixa-che (var.: deixa-te) deixadez (abandono, nalgum dic.), deixação ((om) deixa) deixarmos (de deixar), deixáramos (de deixar), deixar-mos (de deixar) deixaste (de deixar), deixas-te (de deixar) deixas (pl. deixa; de deixar), dei-chas (var.: dei-tas), Deixas (top.) deixes (de deixar), dêixis (assinalamento dêitico) deixo (sabor que deixa a comida; de deixar), dei-cho (var.: dei-to), Dexo (top.) dejarretar (cortar pelo jarrete), desjarretar (dejarretar), jarretar (dejarretar) dejeção ((om) evacuação fecal), ejeção ((om) expulsão automática; dejeção) dejecto (dejeto), dejeto (matéria fecal; de dejetar), dejeito (desordenadamente; desjeito), desjeito (sem jeito) dejejuar (quebrar jejum), desjejuar (dejejuar) dejejum (desjejum), desjejum (dejejuadoiro) dejungir (desprender do jugo), desjungir (dejungir), disjungir (disjuntar), desjunguir (desjungir, nalguns dics.), desjugar (desjungir, nalguns dics.), desenjugar (desjungir, nalguns dics.), desajugar (desjungir) dejúrio (jura), dexurro (desaguamento) delangar (inclinar), delongar (dilatar), deslongar (estirar) delapidar (dilapidar), dilapidar (dissipar) delatar (denunciar), dilatar (prolongar), deletar (eliminar), deleitar (causar deleite) delator (que delata), delatório (ref. a delação), dilatório (ref. a dilação) dele (de ele), del (var.: dele), Del (top.), Denle (top.), d’el (ant.: de el [p.ex. em: d’El Rei]) delegação ((om) ato de delegar), delegacia (cargo de delegado), deligação ((om) aplicação de ligaduras) delegado (de delegar), delgado (magro), adelgado (de adelgar e adelgadar), Delgado (n.), delgadeiro (delgadinho), delgadicho (bastante delgado), delgaducho (muito delgado) delegatário (investido de delegação), delegatório (que encerra delegação) deleirado (deloirado; de deleirar), delairado (aprazível) deleirar (desfazer; deloirar), delirar (desvairar), deloirar (expor ao ar), delourar (deloirar), delurar (delourar) deleitam-te (de deleitar), deleitante (que deleita) deleitáveis (pl. deleitável), deleitáveis (de deleitar) deleite (delícia; de deleitar), deleito (de deleitar), Deleito (n.), dileto (preferido), deleto (de deletar) deleitoso (deleitável), delituoso (constitutivo de delito), delitoso (delituoso), delitivo (delituoso) délfico (de Delfos), adélfico (adelfo; rel. a adelfa; rel. a irmãos) delfim (golfinho; herdeiro do trono fr.), Delfim (n.), dolfim (dial.: arroaz), delfínio (ranunculácea) delfina (f. delfim; esposa do delfim; delfinina), Delfina (n.) delfinado (território do delfim), Delfinado (top.), delfinato (cargo de delfim) delfinina (alcaloide), Delfininha (dim. Delfina) deli (de delir), Deli (cap. da Índia), Díli (cap. de Timor Lorosae) delia (de delir), Délia (n.) delicado (frágil), Delicado (n.) delido (de delir), delito (crime), deli-to (de delir), diluto (diluído) delindar (deslindar), deslindar (demarcar) delineamento (delineação), lineamento (traço) delinear (fazer delineação), delinhar (delinear, nalguns dics.; traçar lindes, nalguns dics.), desalinhar (desviar do alinhamento) deliquescência (absorbência de humidade), delitescência (desaparecimento de tumor) delira (de delirar e delir), deliria (de deliriar e delir) delirar (desvairar), deliriar (delirar) Delmiro (n.), Edelmiro (n.) delo (de elo), Delo (Delos), Delos (ilha gr.), délio (de Delos), Délio (cid. da Beócia; n.) Delrei (n.), d’El Rei (top.), del Rei (top.), do Rei (top.) deltoide (deltoidal), deltóideo (rel. ao deltoide) deluva (ato de deluvar), diluva (ato de diluvar) deluvar (esfregar), diluvar (deluvar), delugar (deluvar) deluzir (desluzir), desluzir (tirar o brilho) dema (peixe; mulher ou mãe do demo, nos contos populares), adema (terra), dê-ma (de dar), Dema (top. e n.), demónia (mulher desagradável), diaba (mulher má), demacha (de demachar), Demacha (n.) demais (além disso; de mais), de mais (demasiado), demãos (pl. demão), odemais (além de), odomais (odemais) demarcar (traçar limites), desmarcar (tirar marcas ou marcos), demarquear (demarcar), marquear (deslindar) demasia (excesso; de demasiar), desmasia (de desmasiar) demasiado (de mais; de demasiar), desmasiado (de desmasiar) demasiar (exceder), desmasiar (demasiar) demediado (dimidiado), dimidiado (de dimidiar), dimidiato (dimidiado) demediar (dimidiar), demear (mear), dimidiar (demear) demente (insensato; de dementar), desmente (de desmentir) Deméter (deusa das colheitas), Demetra (Deméter), demitira (de demitir), demitir (destituir) demissória (f. demissório), dimissória (recomendação bispal) demissórias (pl. demissória), dimissórias (pl. dimissória) demissório (rel. a demissão), demissionário (que se demitiu) demiúrgico (rel. a demiurgo), desmúrgico (rel. à desmurgia) demo (demónio; circunscrição gr.), dê-mo (de dar), Demo (top.) democracia (poder popular), demonocracia (poder dos demónios) demografia (estatística populacional), desmografia (estudo dos ligamentos do corpo), demonografia (demonologia) demónio (espírito maligno), demonho (demónio), democho (demonho), demôncaro (demo), demonche (demo), demoncre (demo), demontre (demónio), demonstre (de demonstrar), demoro (demónio; de demorar), démaro (demoro), dêncaro (démaro), dêngaro (dêncaro) demonstração ((om) prova), demostração (demonstração) demonstrar (demostrar), demostrar (provar) demonstrativo (que demonstra), demostrativo (demonstrativo) demonstráveis (pl. demonstrável; de demonstrar), demostráveis (pl. demostrável; de demostrar) demonstrável (que se pode demonstrar), demostrável (demonstrável) demorar (permanecer), demorear (deixar refazer o linho) demos (pl. demo; ind. dar), dê-mos (dê-me os), Demos (top.), dêmos (grafia facultativa no subj. e imperat. dar) Dena (top.), dem-na (pop.: deem-na) dendê (dendezeiro), dendém (dendê), dende (ant.: de ende; dial.: desde), dendo (árvore), dendes (dende) denegar (negar), desnegar (denegar) denegrativo (denigrativo), denigrativo (denegridor) denegrece (de denegrecer), denegrisse (de denegrir), denigrisse (de denigrir), denigrasse (de denigrar) dengue (presumido; mantelo), dengue (denguice; doença) dengueira (f. dengueiro), denegueira (reforço de coiro) denigra (de denigrir e denigrar), denigra (de denegrir) denigre (de denigrir e denigrar), denigre (de denegrir) denigro (de denigrir e denigrar), denigro (de denegrir) denodar (cortar nó; desnodar), denudar (desnudar) denodo (de denodar; (nô) valor), donodo (enredo) denominais (pl. denominal), denominais (de denominar) denotador (que denota), denotativo (denotador) dentabrum (dentabru), dentabru (fento), dentebru (dentabru), dentebrum (dentebru) dentada (mordedela), dentoada (dentada) dentagrão ((om) fento), dentangrão ((om) mordedor) dentama (dentâmia), dentâmia (dentadura), dentame (dentama) dentão ((om) dentelha), dentilhão ((om) dente grande) dentar (dar dentada; adentar), dentear (recortar), dentelar (dentear), adentar (morder; dar forma de dente), endentar (dentar), indentar (inserir espaço em linha) dentário (rel. aos dentes), dental (rel. aos dentes), dentálio (molusco) denteira (moléstia nos dentes), dentoira (peça da cheda), diantoira (peça entre o coucão e o eixo), dentária (f. dentário; planta), dianteira (parte anterior; f. dianteiro) dentéis (pl. dentel), denteis (de dentar), dintéis (pl. dintel), dentis (pl. dentil) dentel (dintel), dintel (lintel), dentelo (dentículo; de dentelar), lintel (parte superior da porta), dentil (dente do arado), diantil (dentil) dentelária (dentilária), dentilária (planta) dentelos (pl. dentelo), dentelhos (dentes mal feitos) denticular (denticulado), denticular (formar dentículo) dentifrício (produto para limpar dentes), dentífrico (que serve para limpar dentes; dentifrício) dentípede (com patas denteadas), dentípode (dentípede) denutrição ((om) desnutrição), desnutrição ((om) falta de nutrição) denutrir (desnutrir), desnutrir (nutrir deficientemente) Deodato (n.), Adeodato (n.), Deusdado (n.), desdado (de desdar) Deodoro (top. e n.), Diodoro (historiador gr.), Teodoro (n.) Deolinda (n.), Dolinda (n.) deostar (doestar), doestar (injuriar), demostar (afastar o mosto) deosto (doesto), doesto (injúria) depara (de deparar), depara (de depar) deparador (que depara), depadoiro (roça arredor da cavada) deparar (apresentar-se), depar (fazer depadoiro) deparava (de deparar), deprava (de depravar) depare-te (de deparar), depar-te (de depar), departe (de departir) departir (conversar; repartir), despartir (separar), espartir (despartir) depassar (despassar), despassar (ultrapassar) depelado (calvo), depilado (de depilar) depenar (deplumar), despenar (aliviar; depenar), depenicar (depenar), dispinicar (despregar), depelicar (tirar a pele), despelicar (tirar a pelica), depilar (tirar os pelos), despelar (tirar pelo ou pele), despenhar (precipitar por despenhadeiro), despetalar (tirar pétala), despoletar (tirar espoleta), desempenar (tirar o empeno), desempenhar (resgatar o empenhado) dependurar (pendurar), pendurar (suspender), despendurar (tirar o pendurado), deporondar (dependurar), desporondar (deporondar), depondorar (dependurar), dependorar (dependurar), despingurar (pendurar) deperecer (desperecer), desperecer (perecer pouco e pouco) depilação ((om) ato de depilar), epilação ((om) depilação), depleção ((om) diminuição de líquidos no corpo) deplorando (deplorável), deplorando (de deplorar) deploráveis (pl. deplorável), deploráveis (de deplorar) deplumar (tirar as plumas), desplumar (depenar), desemplumar (desplumar) depoência (caráter de depoente), deponência (depoência) depoente (que depõe), depõem-te (de depor), deponente (depoente) depões (de depor), depois (posteriormente), depôs (de depor), depós (depois), despois (depois), dispois (despois), dispões (de dispor), dispôs (de dispor), despous (dial.: despois), dempois (depois), dempoixas (dempois), despoixa (despois), despoixas (despois) depolarizar (despolarizar), despolarizar (cessar polarização) depor (pôr de parte), despor (depor; entressachar), dispor (pôr em ordem), desapor (desjungir), desapõer (desapor), despõer (pôr ovos grandes) depores (de depor), depures (de depurar) depositária (f. depositário), depositaria (de depositar; cargo de depositário, nalguns textos) deposto (de depor), depósito (reservatório) depreciativo (em que há depreciação), desprezativo (que revela desprezo; depreciativo) depreciáveis (pl. depreciável; de depreciar), desprezáveis (pl. desprezável; de desprezar), desprezíveis (pl. desprezível) depreciável (que se pode depreciar), desprezável (que se pode desprezar), desprezível (que merece desprezo), depressível (que se pode deprimir), desprazível (que não apraz) depredador (que faz depredação), predador (que faz presa) depredar (fazer depredação), predar (fazer presa), pré-datar (antedatar) depreender (compreender), deprender (pop.: aprender), desprender (desligar), desaprender (esquecer o aprendido) depreensão ((om) ato de depreender), deprensão ((om) depreensão), depressão ((om) abaixamento de nível), deprecação ((om) ato de deprecar) depressa (rapidamente), depressa (f. depresso) deprocatar (deporcatar), deporcatar (decatar), desprecatar (desentender; decatar), desprocatar (desprecatar) deputar (delegar), disputar (contestar) dequitação (livramento), equitação ((om) arte de montar a cavalo), quitação ((om) ato de quitar), quitança (quitação) derisão ((om) escárnio), derrisão ((om) derisão) deriva (desvio), derívia (praga) derma (m.: derme), der-ma (de dar), derme (f.: pele), der-me (de dar) dermalgia (dermatalgia), dermatalgia (dor na pele) dermatite (inflamação da pele), dermite (dermatite) dermatose (doença da pele), dermatose (de dermatosar) dermo- (dermato-), der-mo (de dar) der-mos (de dar), dera-mos (de dar) derrabancar (derrubar parede), desarrabancar (derrabancar) derradeiro (último; carregado na traseira), Derradeiro (top.), Derreiro (n.), derredeiro (derradeiro), derrodeiro (derradeiro), redadeiro (derradeiro) derrafar (pôr o pão em rafas), derrapar (gal.: escorregar) derrama (repartição de imposto; de derramar), derrame (derramamento; de derramar) derramar (verter; cortar ramo; repartir imposto; enraivecer), desramar (cortar ramo) derrancado (de derrancar), derrangado (de derrangar), derrencado (derrengado), derrengado (de derrengar), derreado (extenuado), derreiado (impedido) derrear (aleijar), derregar (abrir novo rego; escorrer), derreigar (decruar), derrengar (deslombar), derrangar (derrengar), derrancar (arrancar), derraigar (derreigar), derreinar (derrear) derredor (em redor), darredor (derredor) derreeira (derreio), derreia (derreio; de derrear), diarreira (diarreia) derreio (derreamento; de derrear), derrego (rego de saída de água; estrema; de derregar), Darrego (n.) derrelição ((om) abandono), derrelicção ((om) derrelição) derrelito (abandonado), derelito (derrelito, nalguns dics.), derrelicto (derrelito) derriada (urze branca), derreada (f. derreado) derriba (derribamento; em cima; de derribar), de Riba (top.) derribamento (ato de derribar), derrubamento (ato de derrubar), derruimento (ato de derruir) derribar (abater), derrubar (arrunhar), derrubiar (derrubar terra o rio), derruviar (mostrar cor ruiva) derriçar (desriçar), desriçar (desencrespar; desenriçar), desenriçar (desemaranhar), desenrizar (tirar dos rizes), desrizar (desenrizar) derrocar (abater), derrogar (abolir), derrucar (desenlear) derroer (roer), roer (mordiscar), corroer (carcomer), derruir (derribar), diruir (derruir) derrói (de derroer), derrui (de derruir) derroteiro (roteiro), roteiro (itinerário), rotineiro (rel. a rotina) derruba (derrubamento; de derrubar), derrube (derruba; de derrubar), derrubo (derrube, nalguns dics.; de derrubar) dês (pl. dê; de dar; desde), des (dês), dez (10), Dez (top.), deis (de dar), des- (indica separação) desaba (de desabar), dessava (de dessar) desabafar (desafogar), desbafar (desabafar) desabainhar (desfazer a bainha), desembainhar (tirar da bainha) desabar (abaixar aba), desabelhar (tirar as abelhas) desabardes (de desabar), desabardes (de desabardar) desabaste (de desabar e desabastar), desbaste (de desbastar) desabastece (de desabastecer), desabaste-se (de desabastar), desbaste-se (de desbastar) desábito (ato de desabituar), desabito (de desabitar), desabituo (de desabituar) desaborrecer (distrair), desaborrir (desaborrecer) desabotoar (fazer sair o botão), desbotoar (desabotoar) desabrido (áspero), desaurido (alucinado), dessaborido (sem sabor), dissaborido (dessaborido), desaberto (desabrido), desbrido (de desbridar) desabrochar (abrir), desabrolhar (desabrochar), desbroçar (roçar, nalguns dics.), desabraçar (desprender dos braços), debruçar (pôr de bruços), desbrochar (desabrochar) desabufinar (calmar), desamofinar (fazer perder mofineza) desacamarada (de desacamaradar; f. desacamarado), desacamada (f. desacamado) desaclimar (desabituar de clima), desaclimatar (desaclimar) desacogular (desacugular), desacugular (tirar o acugulo) desacompanhar (deixar de acompanhar), descompanhar (desacompanhar) desacompassado (sem compasso), descompassado (desmesurado) desacompassar (descompassar), descompassar (tirar do compasso) desacorçoar (descoroçoar), desacoroçoar (desacorçoar), descoraçoar (descoroçoar), descoroçoar (desanimar), descorçoar (descoroçoar), descaroçar (tirar caroço), escoroçoar (tirar coroço), escoroçar (tirar folhas à espiga), descordoçoar (deslembrar) desacordante (discordante), discordante (que discorda) desacorrentar (descorrentar), descorrentar (escorrentar), escorrentar (espantar), acorrentar (prender com corrente), acorreitar (melhorar de doença), escurrentar (escorrentar) desacostumar (desabituar), descostumar (desacostumar) desacougo (desassossego), desacouto (de desacoutar), desacoito (de desacoitar) desacoutar (fazer sair do couto), desacoitar (desacoutar) desacreditar (fazer perder o crédito), descredenciar (tirar as credenciais), desacretar (desacreditar), descretar (desacretar), descreditar (desacreditar), desacrestar (desembargar) desadaptado (que perdeu a capacidade de adaptação), inadaptado (não adaptado) desadaptar (perder adaptação), desadoitar (perder o costume), inadaptar (não adaptar) desafazer (desabituar; começar a desatar), desfazer (desmantelar), desafaer (desacostumar), desfaer (desfazer), desfaguer (dial.: desfazer) desafear (tirar fealdade), desafiar (retar; tirar o fio), desafinar (perder afinamento), desfiar (desfazer em fios), desenfiar (tirar o fio), desfilar (marchar), desfear (afear), esfiar (desfiar) desaferrar (desprender o aferrado), desaferroar (deixar de aferroar), desferrar (tirar ferradura), desaferrolhar (abrir o aferrolhado) desafetação ((om) neutralidade), desafeção ((om) qualidade de desafeto) desafeto (hostil; falta de afeto), desafeito (desacostumado; de desafeitar; desafeto), desfeito (dissolvido), desfeei-to (de desfear), desafecto (desafeto), desafeição ((om) falta de afeição) desafiuzar (desenganar, nalguns dics.; despejar, nalguns dics.), desafiuciar (desafiuzar, nalguns dics.), desafuciar (desafiuzar, nalguns dics.) desafogar (desabafar), desfogar (desafogar, nalguns dics.), desafoguear (tirar o calor) desaforado (insolente), desaforido (desenfreado), desafurido (fora de si) desaforrar (tirar as forras), desforrar (tirar o forro; tirar a desforra) desagarrado (baile solto; de desagarrar), desgarrado (afastado; de desgarrar), descarriado (extraviado; de descarriar) desagarrar (despegar), desgarrar (descarriar), descarrar (desencaixar) desagolhetar (desagulhetar), desagulhetar (desamalhoar) desagorgulhar (desagurgulhar), desagurgulhar (tirar o gorgulho) desagradar (não agradar), desagradecer (não agradecer) desagradáveis (pl. desagradável), desagradáveis (de desagradar) desagrado (falta de agrado; de desagradar), dessagrado (que deixou de ser sagrado) desagregar (desunir), disgregar (desagregar), desgregar (desagregar, nalguns dics.), desregrar (tirar da regra) desaguadoiro (rego para escorrer), desaguadouro (desaguadoiro) desaguar (enxugar), desaugar (tirar aguamento), desougar (desaguar) desaguisado (rixa; de desaguisar), desguisado (ant.: despropositado) desajacado (desalinhado), desaxocado (ousado) desajeitado (falto de jeito), desajeitoado (desajeitado) desajuizar (tirar o juízo), desjuizar (desajuizar) desajustar (desfazer ajuste), desassustar (tirar o susto) desalado (sem asas), dessalado (de dessalar) desalagar (tirar água do que estava alagado), dessalgar (tirar o sal), dessalar (dessalgar) desaleitar (desleitar), desalentar (tirar o alento), desleitar (desmamar) desalmado (desumano), desẽalmado (desalmado) desamam (de desamar), desamão (fora de mão), desmando (abuso; de desmandar) desamares (de desamar), desamores (pl. desamor; de desamorar) desamarrar (soltar amarra), desmarrar (soltar) desamasse (de desamar), desamasse (de desamassar) desambiguador (que desambigua), desambiguizador (desambiguador) desambiguar (retirar ambiguidade), desambiguizar (desambiguar) desamontear (tirar terra arrimada), desamontoar (desfazer montão) desamor (desafeição), desamoro (enfado; de desamorar) desamortecer (fazer recobrar o sentido), desamortizar (deixar livre o amortizado), desamortujar (repor) desamourear (separar o rodeiro), desamouroar (tirar as trancas) desandado (de desandar), desandecido (desesperado) desando (de desandar), dessando (de dessar) desanevoar (desaparecer a névoa), desenevoar (desanevoar), desanuviar (dissipar nuvens) desaniar (deixar as aves o nio), desaninar (desaniar), desaninhar (desaninar), desanainar (deixar de anainar) desanoar (desfazer nó), desanojar (fazer perder o nojo) desaparafusar (desandar parafuso), desparafusar (desaparafusar) desaparecer (ocultar-se), desparecer (desaparecer), desperecer (deperecer), deperecer (definhar) desaparelhado (sem aparelho), desaparelhado (sem parelha) desaparelhar (tirar aparelho), desparelhar (desfazer parelha), desemparelhar (desparelhar) desapego (desinteresse; de desapegar), despego (desapego; de despegar) desaperceber (privar de apercebimentos), desperceber (não perceber) desapercebido (desprevenido), despercebido (não percebido) desapiedado (despiedado), despiedado (desumano), despiedoso (despiedado) desapiedar (perder a piedade), despiedar (desapiedar) desapontar (despontar; causar desapontamento; riscar apontamento), despontar (tirar a ponta; surgir), despontuar (alterar a pontuação), espontar (despontar), despintar (apagar a pintura) desaponte (de desapontar), desapõe-te (de desapor e desapõer), desponte (de despontar), dispõe-te (de dispor) desapossar (privar de posse), desapoçar (fazer desaparecer as poças), desapossear (tirar fora do seu sítio), desposar (casar), despossar (desapossar), despossuir (deixar de possuir), esposar (desposar) desaprazer (não aprazer), desprazer (desagradar; dissabor), despraçar (deslocar, nalguns dics.) desapreço (falta de apreço), desprezo (desdém; de desprezar), desapresso (de desapressar), desaprecio (de desapreciar) desapropositado (fora de propósito), despropositado (desapropositado) desaprovemos (de desaprovar), desprovemos (de desprover) desaquinhoar (privar do quinhão), desquinhoar (desaquinhoar), esquinhoar (dar o menos possível) desar (desaire), dessar (dessalgar), Dessar (n.), desarar (tirar aros; desarranjar), desarear (tirar a areia), desairar (desprezar) desara (de desarar), dessara (de dessar) desare (de desarar), dessare (de dessar), desaire (desdouro; de desairar) desares (pl. desar; de desarar), dessares (de dessar) desarestar (tirar arestas), desaristar (desarestar) desarmonioso (falto de harmonia), desarmónico (desarmonioso) desarraigar (extirpar), desarreigar (desarraigar), desarraizar (desarraigar), desenraizar (desarraigar), desraigar (desarraigar), desraizar (desarraigar) desarranchar (separar ranchos), desarranjar (desarrumar) desarrar (afligir-se; dessarrar), dessarrar (abrir sulco), descerrar (abrir), desarrear (tirar os arreios), dessarroar (tirar o sarro) desarrautar (desatordoar), desarroutar (desarrautar) desarrecer (desarrefecer), desarrefecer (desentumecer) desarrolhar (tirar a rolha), desrolhar (desarrolhar), desenrolhar (desarrolhar), desenrolar (desdobrar; desalistar do rol), desengrolar (deixar cozer mais), derrolhar (desrolhar), desenrrolhar (desarrolhar) desartelhar (desarticular; desartilhar), desarticular (desconjuntar), dearticular (pronunciar com clareza), desartilhar (tirar a artilharia) desarvorar (arriar o arvorado), desarborizar (cortar as árvores) desasado (sem asas), desazado (sem azo), desasseado (falto de asseio) desasa (de desasar e desasir), desaza (de desazar) desasar (abater as asas), desazar (desanimar) desase (de desasar e desasir), desaze (de desazar), dessasse (de dessar) desasisse (de desasir), desassise (de desassisar) desasiste (de desasir), desassiste (de desassistir) desassociar (dissociar), dissociar (separar o associado) desassossegar (privar de sossego), dessossegar (desassossegar) desassurado (instável), desassegurado (de desassegurar) desatar (desprender), desatalar (tirar água do cano), desatoar (desatascar), desatuar (desatuir), desatorar (fazer perder a turvação; desatoar), desatuir (desatoar) desatascar (tirar do atascadeiro), desatacar (soltar atacadores), destacar (separar) desatento (não atento; de desatentar), desatem-to (de desatar), desatendo (de desatender) desaterro (ato de desaterrar), desterro (exílio) desatinado (sem tino), desaustinado (pop.: desatinado), destinado (de destinar) desatinar (tirar o tino), destinar (fixar fim) desatino (falta de tino), destino (fim; de destinar) desatrelar (desprender da trela), destrelar (ficar sem estrelas; desatrelar) desautorar (exautorar), desautorizar (privar de autoridade) desavença (discórdia), dessabença (pop.: ignorância) desavergonhado (sem vergonha), desvergonhado (desavergonhado), desenvergonhado (desvergonhado) desavesso (não avesso; horríssono), desavezo (ato de desavezar), desaviso (efeito de desavisar), desavindo (não avindo; de desavir), dessabido (de dessaber) desavia (de desaviar), desvia (de desviar), desavinha (de desavir) desaviar (não dar o avio), desviar (apartar) desavogoso (adverso), desavegoso (desavogoso) desazo (falta de azo; de desazar), desaso (de desasar e desasir), dessazão ((om) falta de sazão, nalgum dic.), dessazone (de dessazonar) desbagoar (tirar bago), desbagulhar (tirar bagulho), esbagulhar (desbagulhar; lacrimar), debagar (tirar a baga), devagar (lentamente; tirar das redes a sardinha), divagar (errar), debagoar (desaguar), devagoar (debagoar), debagutar (cair fruto maduro), desbagar (desbagoar), desbagutar (tirar bainha), debacar (enfurecer como bacante), debaugar (debagoar) desbaldir (esbanjar), esbaldir (desbaldir), desbaldar (fazer com esforço), desbaldeirar (sair a baldura), desbaldrir (esbanjar), desbaldruir (desbaldir), devaldruar (debaldruar), debaldruar (ficar baldio) desbanchar (desviar água de acéquia), desbanzanar (descompor), desmanchar (descompor) desbastação ((om) ato de desbastar), devastação ((om) ato de devastar), devassidão ((om) libertinagem) desbastar (desbravar), debastar (desbastar), devastar (assolar), devassar (invadir o defeso), desabastar (desprover), adevassar (juntar 1ª devassa), esbastar (desbastar), desbastecer (desbastar) desbloquear (debloquear), debloquear (levantar bloqueio) desbocadura (ação de desbocar), desembocadura (foz) desbochar (fazer desaparecer bochas), debochar (depravar) desbocar (desenfrear), desembocar (desaguar), deboucar (podar), debougar (tirar a parte mais grossa do linho), devougar (debougar) desbordar (sair das bordas), esbordar (desbordar), debordar (espadelar a linho), desbordelar (tirar o bordelo) desboubado (com a barriga caída), desvougado (desboubado), desvouguado (desvougado) desça (de descer), deça (de decer), dessa (de essa), Dessa (top. e n.), Desa (top.), Deza (top. e n.), Deça (top. e n.) descabeçar (decapitar), escabeçar (descabeçar) descabela (de descabelar), descabê-la (de descaber), descabe-la (de descaber), escabela (ato de escabelar) descabelado (despropositado; de descabelar), escabelado (de escabelar), descabido (inoportuno; de descaber), descabalado (de descabalar), descavalgado (de descavalgar) descabelar (arrancar os cabelos), escabelar (descabelar), descavilar (perder a razão), descavilhar (descaravilhar), descabalar (deixar incompleto, nalguns dics.), descavalgar (desmontar) descaçar-se (desabituar-se), descasar-se (desfazer o casamento), descachar (descachaçar) descadear (escadear; quebrar), descadeixar (desmoronar), desencadear (soltar), escadear (dar feição de escada) descaderna (de descadernar), escaderna (esterpa) descadernar (desencadernar, nalguns dics.), desencadernar (tirar a encadernação; desconjuntar) descafeinar (tirar a cafeína), descafeinizar (descafeinar) desçais (de descer), dessais (de dessar) desçamos (de descer), dessamos (de dessar) descalabro (ruína; de descalabrar), escalavro (estrago; de escalavrar) descalçadeira (descalçador), descalçador (que descalça) descalçar (tirar calçado), descaliçar (tirar a caliça), escalçar (pop.: descalçar), escalaçar (destroçar), descalaçar (escalaçar), eslacaçar (escalaçar), escaçolar (romper caçola), escasular (esfolhar), escalusar (escasular), esgalaçar (escalaçar), escalacear (calacear), escalfar (aquecer em escalfador) descalceis (de descalçar), descalcez (estado de descalço) descamação ((om) ato de descamar), escamação ((om) ato de escamar) descamar (escamar; desacamar), desacamar (desacomodar), escamar (tirar a escama) descambar (pender), descambiar (escambiar), escambiar (trocar), escambar (escambiar) descaminhar (desencaminhar), desencaminhar (desviar) descamisar (tirar a camisa), escamisar (descamisar) descampado (campo inculto), escampado (sem chuva; descampado), Escampado (top.) descampar (correr pelo campo), escampar (deixar de chover), decampar (mudar de campo), desacampar (levantar acampamento), escambrar (escampar) descancelado (de descancelar), escanzelado (escanifrado) descantá (pop.: desde quanto há), descantai (de descantar), desacantiá (acantiá) descapotáveis (pl. descapotável), desencapotáveis (de desencapotar) descarapuçar (tirar a carapuça), descaparuçar (descarapuçar), descarapuchar (descarapuçar), descaparuchar (descarapuchar) descaraterizar (fazer perder o caráter), descaracterizar (descaraterizar) descarga (descarregamento; de descargar), descarrega (descarga; de descarregar) descargar (descarregar), descarregar (tirar a carga), desencarregar (tirar o encargo) descargo (ato de desobrigar-se; de descargar), desencargo (alívio de encargo; descargo) descarnar (separar carne de osso), desencarnar (separar-se a alma do corpo), escarnar (descarnar) descarpado (que não produz nada), escarpado (íngreme) descarreirar (desencarreirar), desencarreirar (descarriar), descarriar (desencaminhar), descarrilar (tirar do carril), desencarrilar (descarrilar), descarrilhar (descarrilar) descartar (rejeitar), desencartar (tirar o encarte), escaritar (desfigurar, nalguns textos) descartes (pl. descarte; de descartar), Descartes (filósofo) descasala (de descasalar), descasá-la (de descasar) descascar (tirar a casca), escascar (descascar), escoscar (escascar), descoscar (tirar o cosco), descasquear (descascar), descasquejar (desencardir) descei (de descer), dessei (de dessaber e dessar) descembrar (desfazer uma cembra), descembar (cair por uma cemba), dezembrar (chover muito) descemos (de descer), decemos (de decer), dessemos (de dessar; var. dial.: déssemos), dissemos (de dizer), dizemos (de dizer) descendo (ger. descer; pres. ind. descender), decendo (de decer) descensão ((om) descenso), dissensão ((om) desacordo) descenso (descida), dissenso (dissensão), decesso (óbito), desceso (descenso, nalguns dics.), descenço (de descençar) descentralizar (transferir competências do centro político), descentrar (desviar do centro geom.), decentralizar (descentralizar), desconcentrar (descentralizar) descer (baixar), descender (provir por geração), escender (dial.: ascender), decer (var.: descer), dezer (ant. e dial.: dizer) descesse (de descer), decesse (de decer), dissesse (de dizer), desce-se (de descer), dessesse (de dezer) desceu (de descer), deceu (de decer), de seu (próprio) descimento (descendimento; de descimentar), descendimento (descida) descingir (tirar o que cinge), descintar (tirar cinta ou cinto) desclassificar (tirar a classificação; desqualificar), desqualificar (tirar a qualificação) desclipsar (deseclipsar), deseclipsar (desvendar) descobrir (achar o oculto), desencobrir (descobrir) descodear (tirar a côdea), descodiar (descodear), descodificar (decifrar), decodificar (descodificar), descoidar (descuidar, nalguns dics.), descuidar (não ter cuidado) descoidais (de descoidar), descuidais (de descuidar), discoidais (pl. discoidal) descoido (descuido; de descoidar), descuido (falta de cuidado; de descuidar), discoide (discoidal) descolar (desunir; decolar), deslocar (mudar de lugar; desmanchar), deslocalizar (mudar localização), desencolar (desbastar), decolar (levantar voo), descolocar (retirar dum local), descolgar (despendurar), decolgar (colgar) descolores (de descolorar), discolores (pl. discolor) descompaginar (desunir), descompangar (desavir; descompaginar) descompartir (separar tripas do porco), descomparticipar (deixar de comparticipar) descomum (fora do comum), descomungue (de descomungar), descomunal (descomum), incomum (descomum) descomunais (pl. descomunal), descomungais (de descomungar) descomungar (levantar a excomunhão), desexcomungar (descomungar), excomungar (separar por excomunhão) desconcertar (desfazer concerto), desconsertar (tirar conserto) desconchava (de desconchar e desconchavar), esconchava (de esconchar) desconcórdia (discórdia), discórdia (falta de concórdia) desconector (desconectador), desconectador (que desconeta) desconetar (desligar), desconectar (desconetar) desconexo (inconexo), desconetado (de desconetar), desconectado (desconetado) desconforme (não conforme), desconforme (de desconformar) desconformidade (falta de conformidade), disconformidade (discordância de camadas) desconforto (falta de conforto), desconforto (de desconfortar) desconjuntar (tirar as junturas), esconjuntar (desconjuntar), desconjugar (desunir) desconjurar (esconjurar), esconjurar (exorcismar) desconsiderado (de desconsiderar), inconsiderado (irrefletido) desconstrucionismo (desconstrução literária), desconstrutivismo (desconstrucionismo) descontar (deduzir), desconetar (desligar) descontente (não contente; de descontentar), descontento (descontentamento; de descontentar), descontem-to (de descontar) descontínuo (não contínuo), descontinuo (de descontinuar), discontínuo (descontínuo, nalguns dics.) descontrole (perda de controle), descontrolo (descontrole) desconveniência (não conveniência), descomenência (pop.: desconveniência) descor (falta de cor), descore (de descorar), descure (de descurar) descoraçoador (descoroçoador), descoroçoador (que descoroçoa), descaroçador (que descaroça), descorçoador (descoroçoador) descoraçoamento (ato de descoraçoar), descoroçoamento (descoraçoamento), descorçoamento (descoroçoamento) descoragem (falta de coragem), descorajem (de descorajar) descorante (que descora), descoroçoante (que descoroçoa), descolorante (descorante) descorar ((ô) esquecer; (ò) empalidecer), decorar (pôr decorações; aprender de cor), descurar (descuidar), escorar (amparar com escora; inclinar-se), descolorar (descorar), decolorar (descolorar), escolorar (tirar a cor), descolorir (descolorar) descordar (soltar as cordas; cortar a medula), escordar (deslocar osso; acordar, nalgum dic.), discordar (divergir), desacordar (pôr em desacordo), desconcordar (desacordar), escogordar (pôr ovo sem casca), escordear (sair do sítio uma corda ou tendão), escordilhar (escordear) descorde (de descordar), discorde (discordante; de discordar), desacorde (em desacordo; de desacordar), desconcorde (desconcordante; de desconcordar) descordo (poesia trovadoresca; ato de romper as cordas; de descordar), discordo (desacordo; de discordar), desacordo (ato de desacordar), desconcordo (de desconcordar) descordes (de descordar), descores (pl. descor; de descorar), desacordes (de desacordar), discordes (de discordar), desconcordes (de desconcordar) descornar (cortar cornos), escornar (ferir com cornos), escornear (escornar amiúde), escornechar (abrir a bainha), descornelhar (tirar do casulo) descorticar (descortiçar), escorticar (descorticar) descortiçar (tirar a cortiça), escortiçar (descortiçar), descortejar (não cortejar), esquartejar (partir em quartos), esquartiçar (esquartejar, nalguns dics.), esquartizar (esquartiçar), escartiçar (esquartiçar, nalguns dics.), despartiçar (partir em anacos) descortinar (enxergar), escortinar (guarnecer de cortinas) descoseito (descosido), descosido (de descoser) descoser (desfazer cosido), escozer (magoar) descotado (sem cotação), decotado (de decotar), descoutado (de descoutar) descravar (tirar os cravos), desencravar (arrancar o encravado), descravejar (arrancar os cravos), descravizar (libertar) descrédito (perda do crédito), descreto (pop.: descrédito; de descretar), desacreto (de desacretar), descredito (de descreditar), desacredito (de desacreditar), discreto (prudente) descreem-te (de descrer), descrente (que não crê) descrença (perda da crença), descriança (falta de cortesia) descreva (de descrever), decreba (de decrebar) descria (de descrer), descria (de descriar) descrição ((om) ato de descrever), discrição ((om) prudência) descriminação ((om) ato de descriminar), discriminação ((om) ato de discriminar) descriminante (que descrimina), discriminante (discriminador) descriminar (absolver), discriminar (distinguir), descriminalizar (deixar de considerar crime; descriminar) descristar (tirar a crista), descriptar (desencriptar), descristianar (incomodar), descristianizar (destruir o cristianismo) descritivo (expositivo), discretivo (discernente), descritível (que se pode descrever) descrito (narrado), descripto (de descriptar) descruzar (desfazer a cruz), desencruzar (descruzar) descuidado (desleixado), descuidadoso (descuidado), descuidoso (descuidado), malcuidado (que não se cuidou) descuido (falta de cuidado; de descuidar), descuro (incúria; de descurar) desculpar (deixar de culpar), desculpabilizar (fazer perder o caráter de culpável), exculpar (desculpar) desculpáveis (pl. desculpável), desculpáveis (de desculpar) descumprir (deixar de cumprir), incumprir (descumprir) descurvar (endireitar), desencurvar (descurvar) desdar (o contrário de dar), desdear (desconjuntar), dedar (apontar com dedo) desdeem (de desdar), desdeiem (de desdear), desdenhem (de desdenhar), desdém (desdenho), desdê (de desdar), desdei (de desdar), desdeie (de desdear), desde (a partir de), dende (dial.: daí), dedem (de dedar) desdenháveis (pl. desdenhável), desdenháveis (de desdenhar) desdenho (enfraquecido; desdém; de desdenhar), desdeio (de desdear), desdei-o (de desdar) desdéns (pl. desdém), desdês (de desdar), desdeis (de desdar), desdeies (de desdear), desdiz (de desdizer) desdentar (tirar os dentes), dessedentar (matar a sede), desdentecer (nascer os dentes) desdente (de desdentar), desdeem-te (de desdar), desdenhem-te (de desdenhar) desdita (infortúnio; f. desdito), desadoita (de desadoitar) desditado (desditoso), desditoso (que tem desdita), desdito (desditoso; de desdizer) desdobre (desdobramento; de desdobrar), desdobro (máquina para desdobrar; de desdobrar) desdouro (deslustre; de desdourar), desdoiro (desdouro; de desdoirar), desadouro (desadoro), desadoro (incomodo; de desadorar) deseixar (tirar do eixo), desejar (ter desejo), desseiar (limpar oliveiras) desejado (de desejar), deseixado (de deseixar), dessexuado (sem sexo), desjejuado (de desjejuar), desgeado (de desgear, nalgum dic.) deselegância (falta de elegância), inelegância (deselegância) desemadeirar (tirar emadeiramento), desmadeirar (desemadeirar), desmadrar (sair à galinha parte da cloaca) desemalar (desfazer o emalado), desembalar (tirar da embalagem) desemaranhar (desenredar), desmaranhar (desemaranhar) desembaçar (tirar cor baça), desembaciar (limpar o embaciado), desemaçar (separar o que estava em maço), desembacelar (tirar os bacelos) desembaraçar (livrar de embaraço), desembraçar (largar o embraçado) desembarcadouro (desembarcadoiro), desembarcadoiro (lugar de desembarque) desembarcar (pôr em terra), desembargar (levantar embargo), debarcar (golsar), desemborcar (virar para cima o emborcado) desembarco (desembarque; de desembarcar), desembarque (ato de desembarcar), desembargo (ato de desembargar) desembebedar (fazer passar a embriaguez), desembeber (secar o embebido), desbebedar (desembebedar, nalgum dic.), desbeber (urinar, nalguns dics.) desemberbesar (desaberbesar), desaberbesar (desenroscar o aberbesado) desembolar (desembaltrar), desemolar (desembolar), dissimular (fingir), dissimilar (heterogéneo; fazer dissimilação) desembraiar (desprender do eixo motor), desembrear (limpar do breu) desembrulhar (desfazer embrulho), desemburulhar (desembrulhar) desembuçar (tirar embuço), desembuchar (tirar o que embucha) desemeigar (desembruxar), desmeigar (desemeigar), desameigar (desemeigar, nalguns dics.), desamigar (desfazer amizade), desemeigalhar (livrar do meigalho) desempachar (desobstruir), despachar (resolver) desempacho (desobstrução), despacho (resolução) desemparar (dial.: desamparar), desempar (tirar empa), desamparar (deixar sem amparo) desemparçar (desfazer parçaria), desemparceirar (separar parceiros) desempares (de desemparar e desempar), desampares (de desamparar) desempeça (de desempeçar e desempecer), desimpeça (de desimpedir) desempedrar (desfazer empedramento), desempedreiar (correr) desempoar (tirar o pó), desempoeirar (tirar a poeira) desempoçar (desentulhar), desempossar (desapossar) desenamorar (desnamorar), desnamorar (terminar namoro), desamorar (fazer perder amor) desencaiar (fazer que o moinho volte a moer), desencalhar (tirar donde se encalhou) desencaixar (tirar do seu lugar), desencasar (sair da casa a que se ajustara) desencantar (tirar o encanto ou encantamento; tirar dum canto), descantar (cantar ao som de instr.), descantear (tirar os cantos), escantear (pôr de lado), decantar (fazer decantação; cantar) desencanto (desencantamento; de desencantar), descante (concerto pop.; de descantar), descanto (canto a vozes; de descantar) desencarcerar (excarcerar), excarcerar (tirar do cárcere) desenclaustrar (exclaustrar), exclaustrar (tirar do claustro) desencordiar (malquistar), desencordoar (soltar o atado com cordas) desenfrear (tirar o freio), desfrear (desenfrear) desengonçar (tirar dos engonços), desgonçar (desengonçar) desengordar (tirar gordura), desengordurar (tirar manchas de gordura) desengraçar (antipatizar), desengranzar (desenfiar), desengrazar (desenfiar o engrazado), desengraxar (destingir) desengurrar (tirar engurras), desenrugar (desengurrar), desengorrar (desengurrar) desenhador (que desenha), desenhista (desenhador) desenhar (traçar desenho), desinhar (pop.: designar), designar (indicar) desenlace (desfecho; de desenlaçar), deslace (de deslaçar) desenlear (desenredar), desenlegar (desembelenhar) desenodar (desfazer nós), desenodoar (tirar nódoas) desenovelar (desenredar), desnovelar (desenovelar), desanovelar (desfazer novelo) desenroscar (desfazer o enroscado), desroscar (desenroscar) desensurdecer (curar da surdez), desenxordecer (desensurdecer) desentoar (destoar), destoar (desafinar), desentonar (tirar entono), desentounhar (desenfadar), desentonhar (desenterrar), destonar (tirar a tona), estonar (destonar), detonar (estourar), dessintonizar (tirar sintonia) desentoxicar (desintoxicar), desintoxicar (tirar a intoxicação) desentretinhar (desentertinhar), desentertinhar (separar a gordura das tripas), desentertenhar (desentertinhar) desentumecer (desintumescer), desintumescer (cessar a intumescência) desenvolto (desembaraçado), desenvolvido (crescido), desenvolveito (dial.: desenvolvido) deserdar (tirar a herança), exerdar (deserdar) deservar (tirar a cizânia, nalguns dics.), desservir (fazer desserviço) deserve (de deservar), desserve (de desservir) desesperança (desespero), desperança (ant.: desesperança), desesperação ((om) desesperança) desesperançado (de desesperançar), desesperado (sem esperança), desperado (de desperar) desesperançar (fazer perder a esperança), desesperar (tirar a esperança), desperar (ant.: desesperar) desestima (falta de estima; de desestimar), desiste-ma (de desistir) desfaça (de desfaçar e desfazer), desfasa (de desfasar), defasa (de defasar) desfaçar (descarar), desfasar (sacar de fase), defasar (desfasar), desçafar (limpar o safado), dessafar (desçafar) desfaces (de desfaçar), desfazes (de desfazer), desfases (de desfasar), defases (de defasar), desfá’s (pop.: desfazes) desfai (de desfaer), desfaz (de desfazer) desfaia (de desfaiar), desfai-a (de desfaer), desfai-na (desfai-a) desfalecer (desalentar), falecer (morrer) desfarelar (esfarelar), esfarelar (esmigalhar) desfasagem (desfasamento), defasagem (desfasagem) desfazia (de desfazer), disfasia (perturbação na fala) desfazimento (ato de desfazer), desfazedura (desfazimento) desferir (soltar), disferir (dilatar), desafirir (pôr em movimento o moinho) desfiladeiro (garganta), desfiadeiro (desfiada; desfiladeiro, nalguns textos) desfile (parada; de desfilar), desfie (de desfiar) desfolhação ((om) desfoliação), desfoliação ((om) desfolha) desfondar (desfundar), desfundar (tirar o fundo), esfondar (desfundar, nalguns dics.) desformar (deformar), disformar (tornar disforme), deformar (desfigurar), desenformar (desformar), desinformar (informar mal) desfrutar (gozar), disfrutar (desfrutar, nalguns dics.) desgalhar (cortar os galhos), esgalhar (desgalhar), desgadelhar (desguedelhar), desguedelhar (desgrenhar), esgadelhar (esguedelhar), esguedelhar (desguedelhar), desenguedelhar (desguedelhar), desenvedelhar (desenguedelhar), desembedelhar (desenvedelhar) desgalichado (esgalichado, nalguns textos), esgalichado (desajeitado) desgaste (ato de desgastar), desgasto (gasto pelo uso; desgaste; de desgastar) desgraça (calamidade; de desgraçar), desgracia (de desgraciar), desgrácia (desgraça, nalguns dics.), desgraxa (de desgraxar) desgraçado (infeliz), desgracioso (desajeitado), desgraciado (desgraçado, nalguns dics.; de desgraciar), desagraciado (não agraciado, nalgum dic.), desgraxado (de desgraxar), degraciado (desgraçado) desgraçar (causar desgraça), desgraciar (perder a graça), desgraxar (desengraxar) desgravar (tirar gravação), desagravar (tirar agravo) desguardar (desacautelar), esguardar (acautelar) desiderato (desiderando), desidrato (de desidratar) desídio (desídia), dissídio (dissidência), dissidio (de dissidiar) designe-o (de designar), desígnio (propósito) desinçar (limpar maleza), desinchar (tirar inchação), desinciar (extirpar má erva), desenciar (desinciar), desencilhar (tirar a cilha), desiçar (desinçar) desinfeção ((om) ato de desinfetar), desinfecção ((om) desinfeção) desinfectar (desinfetar), desinfetar (desinficionar), desinfestar (desinçar), desinsetar (limpar de insetos), desinsetizar (desinsetar) desinteressado (que não obra por interesse), desinteresseiro (não interesseiro) desinteresse (falta de interesse; de desinteressar), desinteirice (de desinteiriçar) desjejua (desjejum), desjejua (de desjejuar) desjuntar (disjuntar), disjuntar (separar), desajuntar (desunir) deslaçar (desfazer laçada; desenlaçar), deslassar (tornar lasso), desenlaçar (desatar o enlaçado), eslasar (roçar) deslacoar (esnacar), eslacoar (deslacoar) deslançado (alto e mal formado; deslansado), deslansado (pausado), deslanchado (de deslanchar) deslavar (fazer perder a cor), eslavar (lavar ligeiramente), eslavaçar (eslavar), deslavaçar (cavar mal, nalguns dics.) deslavado (desbotado), eslavaçado (deslavado), deslavaçado (eslavaçado, nalguns textos) desleais (pl. desleal; de deslear), desliais (de desliar) desleigado (desleal; desleixado), desligado (de desligar), desleixado (descuidoso), deleixado (esquecido), desdeixado (desleixado), desleirado (não cultivado), esleirado (canso), eslairado (esleirado) desleigar (desleixar), deslegar (desemaranhar; anular legado, nalgum texto), desleixar (descurar), deleixar (esquecer), deslixar (desluxar), desleirar (ermar), desligar (desunir), desliar (desatar o liado), deslear (desliar, nalgum dic.), esligar (morrer de sede), eslingar (levantar fardo com eslinga), desdeixar (desleixar), desleirar (deixar ermo), delegar (transferir função), deligar (ligar) desleirado (de desleirar), deleriado (desacordado; de deleriar) desleixo (abandono), desdeixo (de desdeixar) deslembrar (não lembrar), desmemoriar (deslembrar), desmembrar (cortar membros), deslumbrar (ofuscar), deslombar (derrear dos lombos), eslombar (deslombar) deslisar (alisar), deslizar (escorregar), eslizar (resvalar) deslize (descuido; de deslizar), deslise (de deslisar) deslocação ((om), ato de se deslocar), deslocamento (deslocação) deslustrais (pl. deslustral), deslustrais (de deslustrar) desmaiar (sofrer desmaio), desmalhar (tirar malhas), desemalhar (desmalhar), desamalhoar (desabotoar amalhós), esmaiar (desmaiar), esmair (esmaiar) desmandar (contramandar), demandar (reclamar) desmando (abuso; de desmandar), desmão (fora de mão, nalguns textos), desmáum (desmão, no gal. oriental) desmatamento (ato de desmatar), desmantelamento (ato de desmantelar) desmatar (tirar mato), desmantelar (derrubar muralha), desmestar (reduzir o mesto), desamistar (desavir) desmazelado (abatido), esmazelado (desmazelado), esmaçoado (dejemado) desmeiro (dizimeiro, nalguns dics.), dizimeiro (cobrador de dízimo) desmérito (demérito), demérito (falta de mérito) desmifrar (esmendrelhar), esmifrar (desmifrar) desmiolar (esmiolar), esmiolar (tirar o miolo) desmistificar (tirar do engano; desmitificar), desmitificar (desfazer um mito) desmo (dízimo; de desmar), dês-mo (de dar), dezmo (desmo, nalguns dics.), dízimo (décimo), dizmo (dízimo), diz-mo (de dizer), dismo (dizmo), dis-mo (var.: dizes-mo), décimo (10°), Décimo (n. lat.), Décio (imperador rom.) desmochar (tornar mocho), desmouchar (esmochar), esmochar (demoucar), esmoçar (podar) desmolado (desmemoriado), desmiolado (de desmiolar), esmiolado (de esmiolar) desmontar (desarmar), desmoutar (desbravar), desmoitar (desmoutar), desamontoar (desacumular) desmorrinhar (tirar a morrinha), desamorrinhar (desmorrinhar), desemorrinhar (desamorrinhar) desmudar (demudar), demudar (mudar de aspeito) desnarigar (cortar o nariz), esnarigar (ant.: desnarigar) desnasalar (fazer perder a nasalidade), desnasalizar (desnasalar) desnatara (de desnatar), desnatura (de desnaturar) desnaturalizar (desnacionalizar), desnaturar (deturpar) desnecessário (não necessário), inecessário (desnecessário) desnevar (fazer derreter a neve), desneviar (derreter-se a neve), desnivear (derreter a neve), desnivelar (tirar do nível) desníveo (sem neve), desnívio (derretimento da neve), desnevio (de desneviar), desneveio (desnívio), desnevio (degelo), desniveio (de desnivear) desnibir (remencer), desinibir (desintimidar) desninhar (desaninhar), desaninhar (tirar do ninho) desnível (diferença de nível), desnivele (de desnivelar) desnobrecer (desenobrecer), desenobrecer (privar de nobreza) desnocar (esnocar), desnucar (deslocar a nuca), esnucar (desnucar), esnocar (esgalhar), desnogar (desconjuntar), esnogar (escordar) desnodar (desatar), desnudar (pôr nu), desenodar (desfazer nós), desnodoar (desenodoar), desenodoar (tirar as nódoas), desnuar (desnudar) desnortear (desorientar), desnortar (desnortear, nalguns dics.) desnutriente (que prejudica a nutrição), denutriente (desnutriente) desobediente (que não obedece), inobediente (desobediente) desodorante (desodorizante), desodorizante (que desodoriza) desodorar (desodorizar), desodorizar (tirar odor) desolar (assolar), dessolar (tirar a sola), dessolhar (tirar o soalho), desolhar (tirar os olhos) desonerar (exonerar), desonrar (tirar a honra), desornar (tirar ornatos) desonor (desonra, nalguns dics.), desonra (desdouro) desoprimir (tirar a opressão), desopressar (desoprimir) desoras (fora de horas), dessoras (de dessorar) desorbitar (exorbitar), exorbitar (sair da órbita) desordeiro (que faz desordem), desordenado (sem ordem; desregrado), desorganizado (desordenado), inorganizado (sem organização) desordem (falta de ordem), desorde (desordem, nalguns dics.), desordene (de desordenar) desouvir (deixar de ouvir), desouir (desouvir, nalguns dics.) desovar (pôr ovos os peixes), dexobar (dar 1ª saboada; sujar), dixovar (manchar), dixobar (dixovar), dejubar (esfregar roupa) desove (de desovar), desouve (de desouvir), dessoube (de dessaber) despalhar (desempalhar), espalhar (dispersar), espalheirar (espalhar) despampanar (despampar), despampar (tirar os pâmpanos), espampanar (assombrar) despartir (apartar), espartir (despartir), dispartir (distribuir), espartilhar (apertar com espartilho) despassara (de despassar), despassara (de despassarar) despasso (de despassar), de espaço (devagar), despacho (resolução) despatriado (sem pátria), expatriado (desterrado) despavorido (sem pavor), espavorido (despavorido) despeçar (desempeçar; desfazer), despesar (fazer despesa; tirar peso), despejar (tirar o pejo), despechar (tirar pecho), despear (tirar as peias), desempeçar (desfazer empecilho), despojar (espoliar), espojar (rebolar), espujar (emborcalhar), dapejar (despejar) despeço (de despeçar e despedir), despecho (ato de despechar), despeito (ressentimento; de despeitar), despeso (despendido; de despesar), despejo (desembaraço; de despejar), despojo (espólio; de despojar) despectivo (rel. a despeito; despiciendo, nalguns dics.), despetivo (despectivo, nalguns textos), despeitoso (que causa despeito), despiciendo (que merece desprezo) despedaçar (fazer pedaços), espedaçar (despedaçar) despedimento (ato de se despedir), despimento (ato de se despir) despedida (f. despedido; despedimento), despida (f. despido; cast.: despeça) despedir (mandar ir), desapidir (renunciar) despegar (desapegar), desapegar (descolar) despeitar (causar despeito; destetar), despeitear (despentear), despentear (desfazer o penteado), despeitolar (despeitorar), despeitorar (descobrir o peito), despeitugar (tirar a peituga; ter o peito descoberto), expectorar (expetorar), expetorar (escarrar) despendedor (gastador), expendedor (que expende) despender (fazer dispêndio), depender (ser dependente), expender (despender) despensa (armário de comestíveis), dispensa (escusa; de dispensar), despesa (gasto; de despesar), despeça (de despedir e despeçar), despida (f. despido; cast.: despeça) despenseiro (encarregado de aprovisionamento), dispensário (dispensatório), dispensatório (que tem dispensa), dispensara-o (de dispensar) desperdiçar (esbanjar), esperdiçar (desperdiçar), desperdiciar (desperdiçar) desperdício (estrago), desperdiço (de desperdiçar) despertar (tirar do sono), espertar (tornar esperto), desapertar (afrouxar) desperto (de despertar; vigilante), desaperto (desafogo; de desapertar), esperto (agudo; de espertar), experto (perito) despialha (de despialhar), despia-lha (de despir e despiar) despido (nu; cast.: despeço; despedida, nalguns dics.), despedido (de despedir) despimento (ato de despir), despigmento (de despigmentar) despiolhar (tirar os piolhos), espiolhar (despiolhar; espiar) despir (desnudar), espir (despir), Espir (top. Irão), ispir (espir) despiste (derrapagem; de despir e despistar), espiste (de espir) desplumar (tirar as plumas), deplumar (desplumar), desprumar (fazer sair do prumo), desaprumar (desprumar), desaprumar-se (desviar-se do prumo), desemplumar (desplumar) despõe-te (de despor), dispõe-te (de dispor), desponte (ato de despontar) desponsório (esponsais), desposório (desponsório), esposório (esponsórios) desportelar (retirar a portela), desportilhar (esportilhar), esportilhar (tirar casca a louça) desportista (que pratica desporto), esportista (desportista) desportivo (ref. ao desporto), esportivo (desportivo), esporteiro (de esporteirar), Esporteiro (n.) desporto (exercício), desporte (desporto), despor-te (de despor), esporte (desporto), exporte (de exportar), expor-te (de expor), depor-te (de depor), deporte (ato de deportar; desporto) despraz (de desprazer), desprace (de despraçar) despraza (de desprazer), despraça (de despraçar) desprazimento (ato de desprazer), despraçamento (deslocamento, nalgum dic.) desprecavido (desacautelado), desprecatado (desprevenido) despregar (arrancar pregos), despregar (desfazer pregas) despreza (de desprezar), depressa (rapidamente), deprecia (de depreciar) desprezável (desprezível), desprezível (que merece desprezo), desprazível (que despraz), desaprazível (desagradável) desprimorar (tirar o primor), desaprimorar (desprimorar) despropósito (disparate), despropério (despropósito), despautério (grande disparate) desproveito (falta de proveito), desaproveito (de desaproveitar) despulho (de lado), espulho (espulha; espunlho), espunlho (esporão) despunha (de despor), dispunha (de dispor), depunha (de depor) desquadrilar (descadeirar; esquadrilhar), desquadrilhar (sair da quadrilha), esquadrilhar (expulsar da quadrilha; desancar; esquadriar), esquadriar (esquadrar) desque (dês-que), dês-que (desde que), dês que (dês-que), diz-que (dizem que), disque (de discar; diz-que), diz-que-diz (diz-que-diz-que), diz-que-diz-que (disse-me-disse) desquência (esquência), esquência (esquecimento) desrabar (cortar o rabo), derrabar (desrabar), desenrabar (deixar de enrabar), desenrabujar (tirar a rabuja), desenraivar (desenraivecer) desratar (desratizar), desratizar (livrar de ratas e ratos) desrazoar (obrar fora de razão), desarrazoar (proceder sem razão) desregrar (tirar da regra), desregular (deixar de estar regulado), desregulamentar (suprimir o regulamento) dessabor (insipidez), dissabor (desgosto), dessaber (deslembrar), desavir (indispor) dessaboroso (de mau sabor), dissaboroso (desgostoso) dessalgar (tirar o sal), dessalinizar (extrair o sal), dessalar (dessalgar) dessangradeiro (bueiro), dessangradoiro (rego para desaguar) dessarte (dessa arte), dessar-te (de dessar) desse ((ê) de esse; (é) de dar; de dessar), Desse (top. e n.), desce (de descer), dece (de decer), disse (de dizer), diz-se (de dizer) dessebar (tirar o sebo), descevar (tirar o cevo, nalgum texto), descibar (tirar o cibo) dessecação ((om) ato de dessecar), dissecação ((om) ato de dissecar), dissecção ((om) dissecação), bissecção ((om) divisão em 2 partes iguais), bisseção ((om) bissecção) dessecar (secar), dissecar (fazer dissecação), dissegar (dissecar) dessecrar (angl.: dessacralizar, nalguns textos), descercar (tirar o que cerca), dessacralizar (profanar), dessacrar (dessacralizar), dessagrar (retirar as ordens sacras) desseguida (em seguida; f. desseguido), de seguida (seguidamente), desseguido (de desseguir; desseguida, nalguns autores) desseguro (de seguro; seguramente), desseguro (de dessegurar) desseivar (tirar a seiva; dexeivar), deseivar (tirar a eiva; desseivar), dexeivar (dar 1ª lavagem), desaivar (branquejar madeixas) desselar (tirar sela), desselar (tirar selo) dessem (de dar), descem (de descer), decem (de decer) dessemelhança (dissemelhança), dissemelhança (desigualdade) dessemelhante (dissemelhante), dissemelhante (não semelhante) dessemelhar (dissemelhar), dissemelhar (desassemelhar), desassemelhar (tornar dessemelhante) déssemos (de dar), desse-mos (de dar), décimos (pl. décimo) dessentir (deixar de sentir), dissentir (discordar) desses ((ê) de esse; (é) de dar), desces (de descer), deces (de decer), dezes (pl. dez; de dezer; refeição no meio da manhã) dessinta (de dessentir), descinta (de descintar), dissinta (de dissentir) dessintonia (dissintonia), dissintonia (assintonia), dessentia (de dessentir), dissentia (de dissentir) desso (de dessar; dial.: disso), desço (de descer) dessoar (destoar), dessuar (enxugar), dessonar (sacudir o sono), dissonar (dessoar) dessoante (que não soa bem), dissonante (dessoante) dessociável (não sociável), dissociável (que se pode dissociar) dessonorizar (insonorizar, nalguns textos), insonorizar (tornar insonoro) dessumar (extrair o sumo), exumar (desenterrar), dezumar (soltar o zume) dessultor (cavaleiro rom.), dessultório (volteador) desta (de esta), dista (de distar), deísta (adepto do deísmo) destacamento (força destacada), destaque (relevo; de destacar) destalhar (ajustar trabalho; talhar), detalhar (pormenorizar), destelhar (tirar as telhas), destelar (cair da árvore), destilar (estilar; tirar o til), destalar (tirar o talo) destalho (trabalho a preço ajustado; de destalhar), destelho (de destelhar), deste-lho (de dar), destalo (de destalar) destampar (tirar tampa), estampar (imprimir; estampinar), destapar (destampar), estampinar (estontear; estalar) deste ((é) de dar; (ê) de este), d'Este (top. e n.), diste (de distar) destemia (de destemer), distimia (perturbação do humor) destempero (falta de tempero; de destemperar), destempo (desoras) Desteriz (top.), Destriz (top.), Distriz (top.) desterrado (expatriado), desterrido (desesperado) desterrar (exilar), desaterrar (desfazer aterro), desenterrar (exumar), desterroar (esterroar), destorroar (desterroar), esterroar (desfazer terrões), estorroar (esterroar), esturrar (torrar muito) desterrou (de desterrar), desterroou (de desterroar) destes ((é) de dar; (ê) de este), distes (de distar), disteis (de distar) desteta (ato de destetar), deste-ta (de dar), esteta (que cultiva a estética) destilaria (fábrica de destilação), destilaria (de destilar) destilo (de destilar), distilo (de 2 estiletes) destingido (destinto), destinguido (de destinguir), distinguido (distinto) destingir (descolorir), destinguir (dial.: destingir), distinguir (estabelecer diferença) destinja (de destingir), destinga (de destinguir), distinga (de distinguir) destinto (que perdeu a tinta), distinto (inconfundível) destocar (arrancar tocos; desentocar; fender), destoucar (tirar a touca), desentocar (tirar da toca) destom (falta de tom), destoo (de destoar), destono (de destonar) destorce (de destorcer), destroce (de destroçar), dextrose (glicose), dextrorso (para a direita), distorce (de distorcer), destroço (desperfeito; de destroçar), extrorso (de dentro a fora), extradorso (exterior de arcada), exturco (de extorquir) destorcer (endireitar), distorcer (deformar), estorcer (contorcer), entorcer (desviar, nalgum dic,), contorcer (torcer muito), torcer (fazer girar), retorcer (torcer de novo) destra (f. destro; dextra), dextra (mão direita), adestra (de adestrar) destragar (estragar), estragar (danar) destrago (ato de destragar), estrago (ato de estragar) destragueira (destrago), estragueira (destragueira) destrancar (tirar a tranca), desatrancar (destrancar), desatracar (desamarrar) destratar (tratar mal), distratar (anular contrato) destravar (soltar do travão), destraviar (extraviar), extraviar (desencaminhar) destrença (de destrençar), destreza (agilidade), destrinça (de destrinçar), destrança (de destrançar), destrúcia (destreza), astúcia (sagacidade) destripar (abrir ventre), estripar (destripar), estrepar (dar impulso; ferir com estrepe), extirpar (arrancar) destro (direito; hábil), dextro- (rel. à direita), Dextro (n. lat.), diestro (repouso entre 2 cios) destroncamento (ato de destroncar), estroncamento (ato de estroncar) destroncar (decepar), estroncar (destroncar) destros (pl. destro; igrejário), Destros (top.) destrui (destrói), destrói (de destruir) destruidor (que destrói), destrutor (destruidor), destróier (destrutor) destruir (arruinar), estruir (destruir) destruível (destrutível), destrutível (que se pode destruir) desturvar (tirar a turvação), disturbar (causar distúrbio), deturbar (perturbar), deturpar (desfigurar) desumidificar (tirar a humidade), desumectar (desumidificar), desumedecer (desumidificar) desuso (falta de uso; de desusar), de suso (de acima) desusado (fora de uso), desusual (desusado) desvairar (alucinar), desvariar (desvairar) desvaire (desvairo; de desvairar), desvairo (desvario; de desvairar), desvario (desatino; de desvariar) desvaler (não valer), desvaliar (tirar a valia), desvalar (devalar), devalar (baixar a maré), desvalidar (invalidar) desvalia (desvalimento; de desvaliar), desvalimento (estado de desvalido) desvaído (de desvair e desvaer), desvalido (desprotegido), desvaliado (de desvaliar) desvais (de desvair e desvaer), desvãos (pl. desvão) desvão (espaço sob o telhado), esvão (desvão), esvaem (de esvair), desvaem (de desvair e desvaer) desvencelhar (desenvencelhar), desenvencelhar (desenvencilhar), desvencilhar (desenvencilhar), desenvencilhar (soltar do vencilho), esvencelhar (desvencelhar), esvencilhar (estirar) desventrar (estripar), esventrar (desventrar) desventurado (desgraçado), desaventurado (desventurado), mal-aventurado (infeliz), malventuroso (mal-aventurado) desvergonhar (desavergonhar), desavergonhar (fazer perder a vergonha) desvergonha (impudência), desavergonha (de desavergonhar) desvirgar (desvirginar), desvirginar (desflorar) detectar (detetar), detetar (revelar), destetar (desmamar), detestar (aborrecer), desatetar (destetar) detective (detetive), detetive (polícia particular) detém-lo (de deter), detê-lo (de deter) detém-ta (de deter), detenta (f. detento), deteta (de detetar) detém-to (de deter), detento (detido), deteto (de detetar) detenção ((om) detença), deteção ((om) ato de detetar), detecção ((om) deteção), detimento (ant.: detença) detente (talismã), detém-te (de deter) detentor (que detém), detetor (que deteta), detector (detetor) deterioração ((om) ato de deteriorar), deterioramento (deterioração), deterioro (de deteriorar) detestando (detestável), detestando (de detestar) detestáveis (pl. detestável), detestáveis (de detestar) deteste (de detestar), deténs-te (de deter) detrair (difamar), distrair (desviar), detratar (detrair) detrás (trás), Detrás (top.), de trás (da parte posterior), detrais (de detrair; dial.: detrás) deu (pret. perf. dar; ant.: deus), déu (de déu em déu), Deu (rio gal.), Diu (top.) deus (divindade; pl. deu), Deus (o Criador; top. e n.) Deustambém (n.), Deustambém (top.) deutério (el. quím.), eutério (rel. aos eutérios), tério (rel. aos térios) devação ((om) ant. devoção), devoção ((om) veneração) devagarinho (muito devagar), devagarzinho (devagarinho) devala (baixa mar; de devalar), devalo (decrescimento; de devalar) devassa (f. devasso; de devassar; inquérito; deboiro; espaço livre de maleza), Devasa (n.), Debasa (n.) devasso (inculto), devaço (herdade inculta; devasso), endevaço (devaço; em devasso) devaste (de devastar), devas-te (de dever) devecer (desejar muito), devezar (afazer), desvezar (desavezar), adevecer (devecer), desavezar (desabituar), debecer (devecer), defecer (azedar) dêveda (dívida), dêvida (dívida), dívida (devida), déveda (dêveda), dévida (déveda) dêvedo (dívido), dívido (parente), deúdo (devido; dívido) deveio (de devir), deveu (de dever) devem (de dever), debem (de debar) devém (de devir), devêm (de devir), Debém (n.) devendo (de dever), devindo (de devir) devenho (de devir), debenho (demenho), demenho (carantonha), deminho (dim. demo), demachinho (demo trasneiro) devéns (de devir), deveis (de dever) deve-o (de dever), dévio (desviado), debe-o (de debar) deveras ((vé) de verdade; (vê) de dever), devieras (de devir) deveres (pl. dever; de dever), devires (de devir) deveria (de dever), deviria (de devir) devesa (coutada), Devesa (top. e n.), deveça (de devecer), deveza (de devezar), dovesa (devesa), Duvesa (top.), desveza (de desvezar), devessa (estrago) Deveso (top.), deveço (devezo; de devecer), devezo (anseio; de devezar), desvezo (de desvezar) Devesos (top.), devezos (anseios) devesse (de dever), devece (de devecer), deveze (de devezar), deve-se (de dever), adevece (de adevecer), adevese (de adevesar), desveze (de devezar) devi (de dever), devim (de devir; var.: devi) devia (de dever), devinha (de devir) deviação (desvio), desviação (deviação) deviciente (minguante, nalgum dic.), deficiente (imperfeito) devido (de dever), devindo (de devir), divido (de dividir) devocionário (livro de orações), devocioneiro (dado a devoções), devocionista (pessoa muito devota) devoluto (vazio), devolto (devolvido), devolveito (devolvido), devolvido (de devolver) devotamente (de modo devoto), devotadamente (de modo devotado) devotar (dedicar), desbotar (fazer perder a cor; rejeitar), esbotar (vulg.: desbotar) dexergar (enxergar), descegar (restituir a vista), enxergar (divisar), enxercar (charquear), enxargar (rematar), enxirgar (torcer a um lado), dexerguer (dexergar) dexteridade (desteridade), desteridade (destreza) dezanove (19), dezenove (dezanove), dazanove (pop.: dezanove) dezaoito (dezoito), dezoito (18), dazaoito (pop.: dezoito) dezasseis (16), dezesseis (dezasseis), dazasseis (pop.: dezasseis), desceis (de descer) dezassete (17), dezessete (dezassete), dazassete (pop.: dezassete) dezembra (chuva intensa e longa; de dezembrar), descembra (de descembrar) dezembre (de dezembrar), descembre (de descembrar) dezembrista (sidonista), dezembrista (decabrista) dezembro (último mês; de dezembrar), descembro (de descembrar) di (var.: diz), diz (ind. e imperat. dizer), Diz (n.), di’s (var.: dizes) dia (24 horas; dial.: dê), di-a (var.: di-la), Dia (pers. mit.; top. gal.) diábase (diabásio), diabásio (diábase), diabase (diábase), diáfise (parte média de osso) diabete (diabetes; diabrete), diabrete (pequeno diabo), diabro (diabo) diacho (demo), diancho (diacho), dialho (diacho), Diallo (n.), dianho (dialho), Dianho (n.), Deanho (n.), Dionho (top.), denho (dianho; de denhar), dencho (diacho) diaconado (diaconato), diaconato (diaconia), diaconal (rel. a diácono) díada (díade), díade (grupo de 2), diada (vezada na rega) diafaneidade (limpidez), diafanidade (diafaneidade) diálage (piroxena), dialogismo (arte do diálogo) dialetal (ref. a dialeto), dialectal (dialetal), dialético (ref. à dialética), dialéctico (dialético) dialetismo (emprego de palavras dialetais), dialectismo (dialetismo) dialetizar (criar dialeto), dialetalizar (dialetizar, nalguns textos) dialetos (pl. dialeto), Dialectos (top. e n. gr.) diálise (separação de coloides), dialise (de dialisar) dialogia (diáfora), dilogia (dialogia), dialetologia (estudo dos dialetos) diamantino (semelhante ao diamante), Diamantino (n.), Diamantel (top.) Diana (deusa da caça), diana (toque militar) dianto (de 2 flores), diante (em frente), deante (ant.: diante), endiante (em adiante), endeante (endiante), diantre (dianho), diancre (diantre) dias (pl. dia), Dias (n. e top.), di-as (var.: di-las) diassistema (supersistema de língua), diastema (espaço entre dentes contíguos) diástase (deslocação de ossos), diátese (disposição a ser atacado por doenças) diatomácea (alga), diatómica (f. diatómico) diatriba (discurso violento), diatribe (dissertação crítica) dibiqueiro (escrupuloso para a comida), debiqueiro (debicão) dicais (de dicar), dicaz (mordaz), dicas (pl. dica; de dicar) dição ((om) ant.: domínio; diccão), dicção ((om) pronúncia) Dices (top.), dizes (de dizer), di’s (pop.: dizes) dictafone (aparelho para registo de sons), ditafone (dictafone) dictamno (planta aromática), ditam-no (de ditar) dictério (ditério, nalguns dics.), ditério (motejo) didatismo (qualidade do didático), didaticismo (didatismo), didatilismo (didactilismo), didactilismo (ref. ao animal de 2 dedos em cada pé) dídimo (disprósio), Dídimo (S. Tomás) Diego (top.; n. esp.), Digo (top.), digo (de dizer), Diogo (n.), diogo (pop.: o diabo), Diago (n.), diago (arc.: diácono), dieco (dioico), dioico (com flores m. e f. em pés diferentes) Diegues (n.), Diagues (n.) dieta (regime alimentício), dieta (assembleia legislativa) difamar (fazer perder a fama), defamar (ant.: difamar), desafamar (tirar a fama; tirar a fame) diferençais (pl. diferençal; de diferençar), diferenciais (pl. diferencial; de diferenciar), deferenciais (pl. deferencial) diferençal (ref. a diferença), diferencial (f.: quantidade diferencial; m.: transmissão diferencial), deferencial (rel. a deferente) diferençar (estabelecer diferença), diferenciar (calcular diferença) diferençáveis (pl. diferençável), diferençáveis (de diferençar) dificilíssimo (dificílimo, nalguns autores), dificílimo (muito difícil) dificuldade (o que é difícil), dificultade (var.: dificultai) diftérico (rel. a difteria), diptérico (rel. a díptero) difusiómetro (instr. para medir difusão), difusómetro (difusiómetro, nalguns textos) dígamo (hermafrodita), diga-mo (de dizer) digerível (que se pode digerir), dirigível (que se pode dirigir), digestível (digerível) digeres (de digerir), disseres (de dizer), dizeres (de dizer) digesto (digerido), Digesto (compilação justinianeia) digitais (pl. digital), digitais (de digitar) digital (rel. a dedo), digital (planta) digna (de dignar; f. digno), Digna (n.), dina (dine; f. dino), Dina (n.), dim-na (var.: dizem-na), Dimna (pers. lit.; top.), Adina (top. e n.) dignar (condescender), dinar (moeda), denhar (eslavar) digne (de dignar), dine (unid. força), dínio (dine) dignitário (que exerce dignidade ou alto cargo), dignatário (dignitário, nalgum dic.) digno (merecedor; de dignar), Digno (n.), Dino (n.), dim-no (pop.: dizem-no), di-mo (var.: diz-mo), Dimo (top.), dino (ant.: digno; abrev. dinossauro), dígino (flor de 2 pistilos), dígono (de 2 ângulos), dinho (pop.: padrinho), Dinho (n.) dignos (pl. digno), di-nos (pop.: diz-nos), dim-nos (pop.: dizem-nos), dinos (pl. dino), díginos (pl. dígino), dígonos (pl. dígono) dígrafo (digrama; de 2 grafias), digrama (2 letras com um som), diagrama (esboço) digressas (pl. digressa), degresas (pl. degresa) digressionar (fazer digressão), digressoar (digressionar) dilação ((om) delonga), dileção ((om) estima), deleção ((om) perda; corte), delação ((om) denúncia), dilatação ((om) expansão) dilapidatório (rel. a dilapidação), dilapidatário (dilapidatório) dilate (de dilatar), dislate (disparate) dilúvio (inundação), dioivo (corrente da água; ant.: dilúvio), ilúvio (acúmulo de elementos em camada) dímetro (verso de 2 pés), diâmetro (reta máxima num círculo) diminuendo (minuendo; diminuindo), diminuindo (de diminuir), diminuente (que diminui) diminuir (reduzir a menos), minuir (diminuir) diminutivo (que exprime diminuição), diminuto (minguado), minuto (60 segundos; diminuto) dinamita (dinamite; de dinamitar), dinamite (explosivo; de dinamitar), dinamize (de dinamizar) dinariano (andar do Mesotriásico), dinárico (rel. a Dinar ou Dinara) dindão ((am) onomatopeia do toque dos sinos), dindão ((om) bambão) dinguilindão (dindão), dinguilindeiro (dilingueiro), dilingueiro (decidido) dinheiral (dinheirão), dinheirão ((om) muito dinheiro) dinheiro (moeda), Dinheiro (n.) Dinis (rei), Dionísio (n.), Dioniso (Baco), Denis (top. e n.), denice (de deniçar), Donis (top.) dinossáurios (dinossauros), dinossauros (reptis) díodo (retificador de corrente), dínodo (elétrodo de multiplicador de eletrões), diodo (díodo, nalguns textos), diódio (díodo) Díon (n. gr.), Dione (ninfa) diorese (extravasamento de sangue), diurese (secreção de urina) diorite (rocha eruptiva), diorito (diorite) dióspiro (diospireiro), diospiro (dióspiro) Dióscoro (Dioscuro), Dioscuro (patriarca de Alexandria), Dioscuros (Castor e Pólux), dióspiros (pl. dióspiro), Dioscórides (naturalista gr.) dipétalo (de 2 pétalas), bipétalo (dipétalo) dipleiscópio (aparelho para determinar o meio-dia), dipleidoscópio (dipleiscópio), diplidoscópio (dipleidoscópio), diploidoscópio (dipleidoscópio) diplomando (a quem se vai conferir diploma), diplomando (de diplomar) diplomata (diplomatista), diplomado (que tem diploma), diplomático (rel. à diplomacia) dipneus (dipneustas), dipneustas (dipnoicos) dípode (de 2 pés), bípede (dípode) dipolar (que tem momento de dipolo; bipolar), bipolar (de 2 polos) dipolo (2 polos vizinhos), dípolo (dipolo), bipolo (dipolo), bípolo (dípolo) díptero (de 2 asas), díptero (de 2 ordens de colunas) dique (doca; lamelibrânquio; de dicar), Dique (top. e n.) direcionais (pl. direcional), direcionais (de direcionar) direitamente (acertadamente; diretamente), diretamente (de modo direto), directamente (diretamente) direitinho (dim. direito), Direitinho (n.) direito (prerrogativa; reto), direto (imediato), directo (direto), direi-to (dir-to-ei), dereito (direito), Dereito (top.), Direito (top. e n.), dreito (dereito) direitura (direção), dereitura (var.: direitura) diretiva (f. diretivo; diretriz), diretriz (orientação) diretoria (cargo de diretor), diretório (comissão diretora) dirigir (ter direção), direcionar (dar direção) dirupção ((om) ato de derruir), disrupção ((om) dirupção) dísaco (díssaco), díssaco (árvore) disanto (dia santo), dissanto (disanto), Dissanto (n.), Disanto (n.) discais (pl. discal), discais (de discar) discernir (distinguir), decernir (conferir) disciplinar (ref. a disciplina; corrigir), discipular (rel. a discípulo; fazer discípulo, nalguns textos) discipulado (discipulato; de discipular), discipulato (aprendizado; conjunto de discípulos) discomicete (fungo), discomiceto (discomicete) discricional (discricionário), discricionário (à discrição) discrime (divisória), discrímen (discrime), discrimine (de discriminar), descrimine (de descriminar) discurso (prática; de discursar), decurso (percurso) disemia (alteração do sangue), dissemia (perturbação semântica; significação dupla), dissemina (de disseminar) disémico (rel. à disemia), dissémico (rel. à dissemia) disenteria (doença), dissentiria (de dissentir) disergasia (problemas de comportamento por alterações no metabolismo cerebral), disergia (descoordenação motora) disfarce (embuço), disfarce (de disfarçar) disfemismo (palavra desagradável que substitui outra neutra), disfemia (disfemismo) dislate (disparate), dilate (de dilatar) disopia (enfraquecimento da vista), disopsia (disopia) díspar (desigual), dispar (díspar, nalguns dics.), disparar (atirar), disparatar (despropositar), desbaratar (estragar; disparatar) disparate (dislate; de disparatar), dispara-te (de disparar), disbarate (desbarate), desbarate (desbarato), desbarato (venda ruim) díspares (pl. díspar), dispares (de disparar; pl. dispar), depares (de deparar) dispêndio (gasto), despende-o (de despender) dispensatário (que concede dispensas), dispensatório (que encerra dispensa) disperder (arruinar), desperder (desperdiçar), deperder (perder gradualmente) disposição ((om) ato de dispor), despossessão ((om) ato de ser desapossado), deposição (ato de depor) dispensara-o (de dispensar), dispensário (dispensatório) disputar (contestar), esputar (salivar) disquete (disquinho), disque-te (de discar) dissector (que disseca), dissetor (dissector), dissectivo (rel. à dissecação) disse-me-disse (díxeme-díxeme), disse-mes-disse-mes (dixe-me), dixo-me-dixo-me (mexericada) disse-o (de dizer), dize-o (di-lo) disseste (de dizer), dixeste (var.: disseste) dissidar (tornar dissidente), dissidiar (ser dissidente) dissidência (dissentimento), difidência (desconfiança) dissímil (dissemelhante), dissimile (de dissimilar) disso (de isso; ant.: disse), dixo (var.: disse) dissociais (pl. dissocial), dissociais (de dissociar) dissociar (separar o associado), desassociar (dissociar) dissolto (dissoluto), dissoluto (libertino), dissolvido (de dissolver) dissolúvel (que se pode dissolver), dissolvível (dissolúvel) distais (pl. distal), distais (de distar) distância (espaço entre 2 pontos), distancia (de distanciar) distensão ((om) ato de distender), distinção ((om) ato de distinguir) disto (de isto; de distar), desto (disto, nalguns dics.) distorção ((om) ato de distorcer), extorsão ((om) ato de extorquir) distorcedor (que distorce), distorçor (distorcedor, nalguns autores), distorsor (distorçor) distração ((om) inadvertência), distrição ((om) aflição), detração ((om) difamação) distráctil (distrátil), distrátil (que se afasta normalmente) distrate (distrato; de distratar), distrato (ato de distratar) distrator (que distrai), distrativo (distrator), distraidor (distrator) distribui-se (de distribuir), distribuísse (subj. distribuir) distúrbio (perturbação), disturbe-o (de disturbar), desturve-o (de desturvar) disúria (dificuldade em urinar), disuria (disúria) dita (felicidade), dita (de ditar; f. dito) dita-me (de ditar), ditame (sentença) ditinho (intriga), Ditino (n.), Dictínio (ant. cid. ao S de Lugo; bispo de Astorga) dito (de dizer; ditado), dito (de ditar) ditongais (pl. ditongal), ditongais (de ditongar) diurno (que sucede num dia), diuturno (de longa duração) dividendo (a dividir pelo divisor), dividindo (ger. dividir) divíduo (divisível), divido-o (de dividir) divina (f. divino), divinha (dim. diva) divinatório (adivinhatório), adivinhatório (rel. a adivinhação) divisa (insígnia; valor; f. diviso; divisão; de divisar), divícia (riqueza), devisa (de devisar) divisar (enxergar), devisar (desus.: planejar) diviso (dividido; de divisar), deviso (de devisar) divisor (que divide), divisório (rel. a divisão), divisivo (divisório) dixe (ornamento; var.: disse), dixem (var.: disse), disse (de dizer), dize (diz, imperat., ou com enclítico), diz-se (de dizer), di-se (var.: diz-se) dixeres (var.: disseres), digeres (de digerir), dizeres (de dizer; murmurações), desceres (de descer) diz (de dizer), Diz (top. e n.), di’s (dial.: dizes), dis- (ref. a separação, dualidade, dificuldade), Dis (n. de Plutão) dizer ((ê) asseverar), disser ((é) fut. ind. dizer), dixer (var.: disser) dizimar (suprimir um de cada 10), decimar (dizimar), dezemar (ant.: dizimar), desmar (decimar, nalguns dics.) dizimaria (lugar onde se depositavam os dízimos), dizimaria (de dizimar) do (de o), dó (luto; nota), doo (de doar e doer), doo-o (de doar), dou (de dar), Dou (top.), doou (de doar), dou-o (de dar), Douo (n.), dolo (fraude), dulo (vidoeiro) doa (conta de colar; de doar e doer), Doa (cap. de Catar), dou-a (de dar), doo-a (de doar), doa-a (de doar), adoa (pop.: doa; de adoar) doação ((om) ato de doar), dação ((om) ato de dar), donação ((om) doação), doção ((om) doação, nalguns textos), Doção ((om) top. e n.), dozão ((am) ant. medida de capacidade), d’Ozão ((om) top.) doade (var.: doai), Doade (top.) doado (fácil; de doar), Doado (n.), adoado (dócil; de adoar) doador (que doa), doante (doador, nalguns textos) doaire (donaire), Doaire (top. e n.), doairo (doaire) dobadeira (mulher que doba; dobadoira), dobadoira (dobadoura), dobadoura (mulher que doba), debadoira (dobadoira), debandoira (debadoira), debanadoira (debandoira), Dobanadoura (top. gal.) dobanado (dobado), debanado (dobanado), devanado (volteado para abaixo), duanado (debanado), aduanado (de aduanar), aduado (de aduar) dobar (enovelar fiado), debar (dobar), debuar (devecer; evacuar), debanar (debar; cortar), dobanar (dobar), dovanar (voltear para baixo), adebanar (acobardar), debular (botar a bula), desbanar (debanar), desbubar (debuar) dobra (de dobrar; moeda), dubra (soga), Dubra (vale) dobrada (f. dobrado; tripas), Dobrada (top.) dobradeira (f. dobrador), Dobradeira (top.), dobradura (dobramento), dobradora (f. dobrador), dobradiça (gonzo; f. dobradiço), dobrega (dobrez; de dobregar) dobrar (duplicar; fazer curvar), dobregar (dobrar), adobregar (submeter; encurvar-se) dobre (toque de sino; dúplice; de dobrar), dobro (duplo; de dobrar), Dobro (top.), duplo (que contém dobro), dúplice (duplo), doble (duplo) dobreis (de dobrar), dobrez (doblez), doblez (qualidade de doble), dobreza (dobrez) dobrete (vidro que imita pedra preciosa; par de palavras que derivam da mesma), doblete (dobrete), dubleto (lente composta) doca (estaleiro; preguiça), Doca (top.) doçaina (flauta ant.; grande quantidade de doce), dulçaina (doçaina) doçais (pl. doçal; de doçar), dosais (de dosar), dozães (pl. dozão) doçal (muito doce; variedade de videira), Dosal (n.), Dossal (n.), Dozal (n.) doçar (doçal; adoçar), dosar (regular dose), Dozar (top.), dosear (dosar), dosificar (dosar) doçaria (confeitaria; de doçar), douçaria (pendência), douceria (douçaria), dosearia (de dosear), doceira (confeiteira), doçura (qualidade de doce), doçor (doçura, nalguns dics.) doce (agradável; de doçar), doze (12), dose (porção; de dosar), Doce (rio; top.; n.), Doze (top.), dulce (de dulçar), Dulce (n.) doces (pl. doce; de doçar), doses (pl. dose; de dosar), Doces (top.), dozes (pl. doze), douses (pl. dous) doceis (de doçar), doseis (de dosar), dosséis (pl. dossel), dóceis (pl. dócil) dócil (submisso), docil (tampão de cortiça), Docil (top.) doço (de doçar), doso (de dosar), Doço (top.), Dozo (top.), Dosso (top.), d’Osso (top.), dorso (parte posterior) doctíloquo (doctiloquente), doutíloquo (doctíloquo) documentais (pl. documental), documentais (de documentar) documental (ref. a documento), documentário (documentação; filme), documentar (juntar documentos competentes) documentáveis (pl. documentável), documentáveis (de documentar) dodecágino (rel. a flor de 12 carpelos), dodecágono (polígono de 12 ângulos) dódeme (dódemo), dódemo (maldito), dodemo (dódemo) doe (de doar), dói (de doer) doei (de doar), doei (de doer) doeis (de doar), doeis (de doer) doelo (serpentina), doê-lo (de doer), duelo (combate; de duelar) doem (de doar), doem (de doer) doença (enfermidade), doência (doença), dolência (dor), doentia (f. doentio), doençaria (porção de doenças) doente (enfermo), dolente (queixoso) doeste (de doer e doestar), d’oeste (do oeste), deoste (de deostar) dogal (rel. ao doge; laçada, nalguns textos), ducal (rel. a duque) doge (chefe da república de Veneza), dogue (cão) dogma (preceito), doma (domação; de domar; forma cristalográfica) doidejar (fazer doidices), doudejar (doidejar) doido (doudo), doído (de doer), Doído (top.), doudo (louco), dodo (ave extinta) doira (regato; de doirar; doura; cadoira), duira (doira), doura (de dourar), dora (sorgo), Dora (n.) doiras (pl. doira; de doirar), Doiras (top.), douras (de dourar), duiras (pl. duira) dois (dous), dous (2; lareira elevada), dóis (de doer), does (de doar), dons (pl. dom), Dons (d’Ons), dós (pl. dó), dos (pl. do) dólman (casaco militar), dólmen (anta), dólmã (dólman) dólmenes (pl. dólmen), dolmens (dólmenes), dólmanes (pl. dólman), dólmãs (pl. dólmã) dolomia (dolomita), dolomita (rocha), dolomite (dolomita), dolomito (rocha) dolorido (dorido), dorido (magoado), doloroso (angustiado), dooroso (doloroso, nalguns autores e dics.), doroso (ant.: doloroso) dom (dádiva), Dom (título; top. gal.; n.), Don (filho de Mil, no Leabhar Gabhala [Livro das Invasões]; rio da Rússia e doutros países; n.) Domaio (top.), domai-o (de domar), do Maio (n.) domar (amansar), domear (curvar), dominar (exercer domínio) domáveis (pl. domável), domáveis (de domar) domeio (de domear), domei-o (de domar) dominação ((om) ato de dominar), dominância (qualidade de dominante) dominga (domingo; de domingar), Dominga (n.), Domingas (n.), domínica (f. domínico), Domínica (ilha; n.), diominga (diomingo), Diominga (n.) domingais (de domingar; pl. domingal), diomingas (pl. diominga) domingar (usar ao domingo), endomingar (domingar) domingo (1° dia da semana; de domingar), Domingo (top. gal. e n. esp.), diomingo (domingo), Diomingo (n.) domingos (pl. domingo), Domingos (top. e n. gal.), diomingos (pl. diomingo) Domingues (n. e top.), domingues (de domingar), Mingues (n.) dominical (ref. ao domingo), dominicano (domínico; da República Dominicana), domingal (dominical), Domiciano (n.) dominó (jogo), dominou (de dominar) domo (zimbório; de domar), Domo (top.), dombo (côncavo; domo; estação húmida em Angola) dona (f. dom e dono; senhora), Dona (título) donacídeo (molusco), Doncide (top.) donagueira (peça do malho), donegueira (donagueira), denegueira (donagueira) donairoso (que tem donaire), donoso (donairoso) Donalho (n.), Donelho (n.), Doalho (n.), Donelhe (top.) Donalvai (top.), Donalvão ((am) top.) donas (pl. dona), Donas (top. e n.) Dónega (top. e n.), Dóniga (top.), Donga (top.), Donega (n.) Dónego (top.), Dónigo (top.), Dongo (top.), dongo (piroga) doninha-das-paredes (doninha), dona-de-paredes (doninha) doninho (abispado), Doninho (n.) donizela (doninha), donicela (donizela), denizela (donizela), gonizela (donizela), donzela (dona nova; peixe), donosinha (doninha; f. donosinho), donozinha (donosinha), denozinha (donosinha), donezinha (donosinha), damisela (moça, nalguns dics.), delonzinha (doninha), delozinha (doninha), dilusinha (pirilampo), Donina (n.), doninha ((ò) mamífero; (ô) dim. dona), donilha (jogo das escondidas), dininha (doninha), dinosinha (donosinha), doaninha (joaninha, nalguns autores) dono (amo), Dono (papa; n.) donzel (moço), Donzel (top. e n.), donzelo (homem casto) dor (aflição), Dor (top. bíbl.; top. gal.) dora (sorgo), Dora (n.), dória (f. dório), Dória (top. e n.) Dordanho (top. gal.), Dordonha (rio fr.) dores (pl. dor), doures (de dourar), Dores (n.) dórico (dialeto e ordem arquitetónica dos dórios; dialeto escocês), dório (ant. povo gr.), Doro (progenitor mit. dos dórios; n.) Dorieu (coudel espartano), Dorieu (top. e n. fr.) dormência (sonolência), dormição ((om) morte da Virgem) dormente (adormecido), dormem-te (de dormir), dorminte (que está dormindo), dormim-te (var.: dormi-te), durminte (trampa de pesca) dormideira (papaverácea), adormideira (dormideira) dormideiras (pl. dormideira), Durmideiras (top.) dorminhar (dormitar), dormichar (dorminhar), dormixear (dormichar), dormitar (dormir com sono leve) dormir (estar entregue ao sono), durmir (dormir) dorna (tinalha; embarcação), Dorna (top. e n.) dorno (dorneiro), duerno (2 folhas metidas uma na outra) doroteia (religiosa de S. Doroteia), Doroteia (n.), Dordia (Doroteia) Dorrivo (n.), Do Rivo (top. e n.), Dorribo (n.), Do Ribo (top.) Dossãos (top. port.), dozãos (pl. dozão), Dozaus (top.), dozães (pl. dozão) dotais (pl. dotal), dotais (de dotar) dote (dom; de dotar), dou-te (de dar) doto (de dotar), douto (versado), dou-to (de dar), doito (adoito; douto; costume) dourada (f. dourado; peixe), Dourada (top.) dourado (áureo), Dourado (n.), deorado (dourado), Deorado (n.), deaurado (dourado) dourador (que doura), deaurador (dourador) douradoras (pl. douradora), duradouras (pl. duradoura) douro (de dourar), Douro (rio), d'ouro (de ouro), doiro (doira; de doirar), Doiro (Douro leonês), duiro (doiro), idoiro (doira) douscentos (duzentos), duzentos (200), dous centos (2 centos) doutíloquo (doctíloquo), doctíloquo (eloquente) doutora (f. doutor), doutora (de doutorar) doutorado (grau de doutor), doutorato (doutorado) doutorais (pl. doutoral), doutorais (de doutorar) doutorando (que se vai doutorar), doutorando (de doutorar) doutrina (princípios da religião; de doutrinar), adoutrina (de adoutrinar) doutrinais (pl. doutrinal; de doutrinar), adoutrinais (de adoutrinar) doutrinal (ref. a doutrina), doutrinário (dogmático; corpo de doutrina), doutrinara-o (de doutrinar), doutrineiro (que espalha doutrina) doutrinando (que aprende doutrina; de doutrinar), adoutrinando (de adoutrinar) doutrinar (transmitir doutrina), adoutrinar (doutrinar) dozena (duodécima; registo de órgão), ducina (moldura de cornija), Ducina (top. e n.), dúzia (conjunto de 12) dracma (moeda), drama (peça teatral) Drácon (arconte), Draco (Drácon), dragão ((om) animal fantástico), Dragão ((om) constelação), drago (dragoeiro; dragão; de dragar), Drago (top.) draga (dragador; de dragar), Draga (top.) dragoa (f. dragão), dragona (galão), dragoeira (pégaso) dragomano (turgimão), drogomano (dragomano) drainar (fazer drainagem), drenar (drainar), drenhar (lavar mal os pratos) drapear (fazer dobra), drapejar (esvoaçar) Drépano (ant. cid. Sicília), trépano (instr. cirúrgico) dríada (divindade dos bosques), dríade (dríada) drogaria (botica), drogaria (de drogar) drusa (formação drusiforme), drusa (f. druso) druso (ref. a uma seita libanesa), Druso (general rom.) Duarte (n.), doar-te (de doar) duas (f. dous), Duas (top.), dũas (pl. dũa), dumas4 (pl. duma), Dumas (pl. Duma; romancista), dunas (pl. duna), Dunas (top.) duascentas (f. douscentos), duzentas (f. duzentos) dubitável (duvidável), duvidável (duvidoso) ducentésimo (200o), bicentenário (de 200 anos) ducha (duche; de duchar), duxa (rosca), duche (banho de chuveiro; de duchar), duxe (capricho), aducha (volta de cabo; de aduchar) Duchambe (cap. Tajisquistão), Duxambe (Duchambe), Duxame (top. gal.) dúctil (maleável), dútil (dúctil) ducto (conduto), duto (ducto) dugão ((om) dugongo), dugongo (cetáceo), dugongue (dugongo) Duíno (rio), Eduíno (n.) dulcineia (namorada), Dulcineia (dama de D. Quixote), Dulcina (n.) dum (de um), Dume (top.), dumo (árvore; bosque), duo (dueto), Duio (top.) duma5 (de uma), Duma (ant. assembleia russa), dũa (duma), dunga (incomparável), duia (disputa; de duiar), duna (médão), Duna (rio), dúnia (parte do todo), Dúnia (n.) dundinho (brando), dondinho (dim. dondo) duns (de uns), Duns (Escoto), dũos (dial.: duns) duodecimal (12o), duodecenal (que dura 12 anos), duodenal (rel. ao duodeno), duodenário (em séries de 12), duodécimo (que ocupa o lugar 12), duodecénio (espaço de 12 anos) duque (título), Duque (top. e n.) dura (duração; f. duro), dura (de durar) duradoiro (duradouro), duradouro (que dura), duradeiro (duradoiro) dura-madre (cerne de árvore), dura-máter (meninge externa) durame (cerne), durâmen (durame), dura-me (de durar) durandal (espada de Roldão), durindana (durandal), dirandainas (dirindainas), dirindainas (brincadeiras), tirandainas (jogo), tirindainas (tirandainas) durão (duro; valente; seixo), Durão ((am) n. e top.), Durán (n. esp.), Duran (n. cat.; top. it. e EUA), Durón (n. esp.), Durando (n.), durando (de durar), duriango (fruto), durante (no espaço de; tecido de lã), Durante (n.), Durantes (n.), durantes (pl. durante) duraz (durázio), durais (de durar), Durães (pl. Durão; n.; top.), Durás (top.), durães (pl. durão), durões (pl. durão), Durões (n.), durázio (rijo; pêssego), Durazo (ant. Dirráquio), duraque (sarja forte) durém (terra dura sem cavar; dureza), durei (de durar), dureia (dureza), dureira (f. dureiro), durem (de durar) duréns (pl. durém; durázios), durez (qualidade de duro), dureis (de durar), dureza (durez), Durença (rio fr.) duriense (rel. ao Douro), dúrio (duriango), durimínio (interamnense), duralumínio (liga metálica) duro (rijo; ant. moeda esp.; de durar), Duro (top. e n.) duunvirado (duunvirato), duunvirato (funções de 2 magistrados) duvidáveis (pl. duvidável), duvidáveis (de duvidar)

Pesquisar este blog